terça-feira, 3 de março de 2015

Lisboa. Médica do IPO agride criança com cancro





Uma médica anestesista do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa agrediu com uma estalada um menino de cinco anos que luta contra um cancro antes da realização de um exame médico. O IPO já confirmou este incidente e que está a investigar o caso, avança o Público.

http://sol.pt/noticia/125934
http://c13.zedo.com/OzoDB/0/0/0/blank.gif
Foram os pais que apresentaram queixa à administração do hospital depois do incidente que ocorreu na manhã de quarta-feira. Segundo notícia avançada pelo Correio da Manhã, o menino – que sofre um cancro dos tecidos moles que afecta músculos, tendões e tecidos – estaria irrequieto e pouco colaborante durante os actos médicos. A médica que agrediu a criança pediu logo desculpas aos pais e alegou estar nervosa e com muito trabalho. Ainda assim, os pais decidiram apresentar queixa na instituição.
“Foi possível ao Instituto apurar que a situação relatada, lamentavelmente, ocorreu. Estão já em curso procedimentos com vista a esclarecer, em concreto, as circunstâncias do que aconteceu, uma vez que a situação está em completa oposição ao tratamento que é oferecido nesta Instituição e ao comportamento que é exigido dos profissionais”, escreveu ao jornal Público o conselho de administração do IPO.