sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Luanda. Aumento de ocorrência de casos de síndrome febril ictérico.



República de Angola
Ministério da saúde
Comunicado de imprensa
Luanda, 20 de Janeiro de 2016

aumento de ocorrência de casos de síndrome febril ictérico.
Como era de esperar a esta altura do ano em que se regista o aumento das quedas pluviométricas (chuva) e de temperatura em todo o País, e tendo em conta o deficiente saneamento básico persistente no seio da população,
O Ministério da Saúde tem vindo a registar desde Dezembro de 2015, o aumento da ocorrência de casos de doença caracterizada por febre, icterícia (olhos amarelados) e sangramento ou não em qualquer parte do corpo, tendo já resultado em alguns óbitos.
Os sintomas mais frequentes da doença são: febre repentina, dôr de cabeça forte, vómitos, fraqueza geral, associado ou não com olhos amarelados e sangramento em qualquer parte do corpo. A doença pode evoluir para estado grave e acabar em óbito.
Enquanto decorre a investigação epidemiológica e laboratorial para o diagnóstico definitivo do agente causador da doença, o Ministério da Saúde, apela a população a observar o cumprimento rigoroso das seguintes medidas de prevenção:
Comunicar imediatamente à Unidade Sanitária (Hospital, Centro ou posto de Saúde) mais próxima de casa, todos os casos de familiares ou de amigos doentes com queixas de febre repentina, dores de cabeça, fraqueza geral, vómitos, olhos amarelos, sangramento ou não.
Manter as casa e os quintais sempre limpos, isto é sem lixo, destruir os pneus e todos objectos que possam acumular água da chuva, criando mosquitos. (latas, vasos, baldes, garrafas e outros).
Manter os reservatórios de água (tanques, baldes, bacias e bidões) sempre limpos e tapados.
Desinfectar os reservatórios de água com lixívia ou bactivec.
Usar sempre mosquiteiros tratados com insecticida ou repelente de insectos como sheltox, dragão ou outros, para evitar a picada do mosquito.
Evitar todas as situações que favoreçam a picada de mosquitos. Sempre que possível durante o dia ou à noite, usar roupa que cubra as partes mais expostas do corpo.
Endereço: Direcção Nacional de Saúde Pública - Rua 1º Congresso de MPLA n.º 67 Contacto: Telefax: 00244 222 330 435
Centro Nacional de Processamento de Dados Epidemiológicos - Direcção Nacional de Saúde Pública Tel. 00244- 912 202523, 997126261