Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

domingo, 18 de agosto de 2013

O que é Secreção nasal?


Sinônimos: Nariz escorrendo; Gota pós-nasal; Rinorreia
Secreção nasal é qualquer material semelhante a muco que sai do nariz.
Considerações
A secreção nasal é comum, mas raramente grave. A secreção de seios da face inchados ou infectados pode ser espessa ou incolor.
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/secrecao-nasal
O excesso de muco pode escorrer para a parte de trás da garganta (gota pós-nasal) ou causar uma tosse que piora à noite. Uma dor de garganta também pode resultar de secreção excessiva de muco.
A secreção mucosa pode entupir a tuba de Eustáquio entre o nariz e o ouvido, causando uma infecção no ouvido e dor. A coriza mucosa também pode entupir as passagens dos seios da face, causando infecção dos seios da face e dor.
Causas
  • Infecções bacterianas
  • Resfriados
  • Gripe
  • Febre do feno
  • Ferimento na cabeça
  • Sprays nasais
  • Sinusite
  • Pequenos objetos dentro da narina (especialmente em crianças)
Cuidados em casa
Mantenha o muco fino em vez de espesso e pegajoso. Isso ajuda a evitar complicações, como infecções de ouvido e seios da face e entupimento de suas passagens nasais. Para afinar o muco:
  • Beba mais líquidos.
  • Aumente a umidade do ar com um nebulizador ou umidificador.
  • Use sprays nasais de soro.
Anti-histamínicos podem reduzir a quantidade de muco. Tome cuidado, porque alguns anti-histamínicos podem fazer você sentir sonolência. Não use sprays nasais vendidos sem receita por mais de 3 dias, com 3 dias de intervalo, exceto se recomendado por seu médico.
Uso excessivo de antibióticos
Muitas pessoas pensam que uma secreção nasal verde ou amarela significa uma infecção bacteriana, o que exige antibióticos. Isso NÃO é verdadeiro. Resfriados frequentemente começam com uma secreção nasal clara, mas depois de alguns dias fica amarela ou verde cremosa. Resfriados são causados por vírus, e antibióticos não ajudarão. Uma secreção nasal verde ou amarela não é sinal de que você precisa de antibióticos.
Buscando ajuda médica
  • A secreção tem cheiro ruim, é de um só lado ou tem cor diferente de amarela ou branca
  • A secreção nasal vem depois de um ferimento na cabeça
  • Os sintomas duram mais de 3 semanas
  • Os sintomas duram mais de 10 dias em uma criança com menos de 3 anos
  • Há febre com a secreção nasal
Na consulta médica
Seu médico pode realizar um exame físico, incluindo um exame de ouvidos, nariz e garganta.
Você pode ouvir perguntas sobre seus sintomas e histórico médico, como:
  • A secreção é fina e aquosa ou espessa?
  • Tem sangue?
  • De que cor é?
  • Há quanto tempo a secreção nasal está presente?
  • Está presente o tempo todo?
  • Que outros sintomas também estão presentes?
  • Seu nariz está entupido ou congestionado?
  • Você tem tosse ou dor de cabeça?
  • Você tem dor de garganta?
  • Você tem febre?
Exames que podem ser realizados incluem:
  • Tomografia computadorizada da cabeça
  • Radiografias do crânio e seios da face
Para rinite alérgica, o médico pode receitar anti-histamínicos. Antibióticos só devem ser receitados para infecções bacterianas.
Fontes e referências:
·         Bachert C, Gevaert P, van Cauwenberge P. Nasal polyps and rhinosinusitis Em: Adkinson NF Jr, ed. Middleton''s Allergy: Principles and Practice. 7a ed. Philadelphia, Pa: Mosby Elsevier; 2008:cap 56.
·         Long SS. Respiratory tract symptom complexes. In: Long SS, Pickering LK, Prober CG. Principles and Practice of Pediatric Infectious Diseases. 3a ed. Philadelphia, Pa: Churchill Livingstone Elsevier; 2008: cap: 23. Verified as current
·         Orban NT, Saleh H,Durham SR. Allergic and non-allergic rhinitis. In: Adkinson NF Jr, ed. Middleton''s Allergy: Principles and Practice. 7a ed. Philadelphia, Pa: Mosby Elsevier; 2008: cap 55.