Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

sábado, 12 de julho de 2014

O que ataca a bronquite? como se ataca?





Causas da bronquite
Você achou que finalmente iria se livrar daquele resfriado, mas a tosse está pior do que nunca: você está com muito catarro e sente como se alguém tivesse passado a noite sapateando no seu peito. Provavelmente você desenvolveu bronquite aguda, uma infecção nos brônquios - principais tubos que levam o ar aos pulmões.

A bronquite aguda costuma ser causada por um vírus, freqüentemente o mesmo que causa resfriados, mas o vírus da gripe também pode ser um dos causadores. A bronquite aguda também pode ser causada por uma bactéria ou um fungo, mas esses casos são raros. A bronquite normalmente acontece após um resfriado ou gripe, quando a resistência está baixa e os pulmões já estão irritados. Qualquer um que esteja com a resistência baixa ou que tenha outro de tipo de irritação ou lesão dos pulmões, especialmente decorrentes da exposição à fumaça de cigarro ou outros gases tóxicos, está correndo um risco maior de desenvolver bronquite. E os vírus que causam a bronquite são transmitidos da mesma maneira que os vírus do resfriado e da gripe: partículas do vírus espalhadas pelo ar através da tosse de uma pessoa infectada, ou transmitidas através de apertos de mão.

O vírus ataca as paredes internas dos brônquios, que incham e produzem uma quantidade muito maior de muco denso amarelo ou verde (os dutos costumam produzir 28 gramas por dia de muco fino claro ou branco, que ajuda a aprisionar e remover partículas estranhas). A irritação dos pulmões e o muco disparam uma tosse gutural e persistente, marca registrada da bronquite aguda. Também podemos sentir a garganta irritada (devido à tosse), queimação ou dor logo abaixo do osso esterno, uma sensação de aperto no peito, dificuldades na respiração ou falta de ar, e/ou uma sensação de "chiado" nos pulmões e no peito. Em alguns casos podem ocorrer febre baixa, calafrios e desconforto. A irritação causada pelo vírus, por sua vez, deixa o trato respiratório vulnerável a outras complicações, como a pneumonia.

Se você sofrer de asma, alergia, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) ou qualquer outra doença respiratória ou problema cardíaco sério, será necessário entrar em contato com o seu médico. Se aparecerem sintomas da bronquite em crianças, idosos ou qualquer um com o sistema imunológico debilitado, o médico deverá ser procurado. No entanto, se você for saudável, vai ter que deixar a infecção completar o seu ciclo de vida. Especialmente porque os antibióticos são inúteis contra infecções virais. Felizmente, a bronquite cstuma desaparecer sozinha dentro em até uma semana, apesar da tosse poder persistir por semanas ou meses.

Mas isso não significa que você tenha que ficar na cama esperando que seu corpo derrote o vírus. Neste artigo, descobriremos as maneiras de auxiliar o organismo a se curar de uma infecção dos brônquios e amenizar os sintomas desse mal. Vá para a próxima seção para aprender algumas dicas sobre como aliviar a congestão e a tosse características da bronquite.

Dicas básicas
Até que o seu organismo tenha se livrado da infecção dos brônquios, há algumas coisas que podem ser feitas para diminuir o desconforto e ajudar o seu corpo a se curar:

Deixe o ambiente úmido - acredite ou não, tossir faz bem. É o jeito que seu corpo encontrou para eliminar a infecção que causa a bronquite. Então, em vez de sufocar a tosse com um remédio supressor sem receita, ajude-a ao usar um umidificador de ar quente ou frio (lembre-se de usar e limpar o umidificador de acordo com as instruções do fabricante). A umidade acrescentada vai ajudar a expelir o catarro. Ficar em um chuveiro com muito vapor mantendo a porta do banheiro fechada ou deixar uma panela de água fervente no fogão também pode ajudar a soltar o catarro.

Beba muito líquido - ingerir uma quantidade extra de líquidos ajuda a manter o catarro mais fluido e, conseqüentemente, mais fácil de ser expelido. O tipo de líquido que você bebe não é tão importante, apesar de chá, sopa e outros líquidos quentes trazerem uma sensação melhor do que os frios. Líquidos quentes também aliviam a irritação da garganta, que ocorre devido à tosse.

Gargareje com água salgada morna - isso pode fornecer uma dose dupla de alívio ao acalmar a inflamação e eliminar parte do muco que pode estar revestindo e irritando as tão sensíveis membranas da garganta. Só precisamos de uma colher de chá de sal em um copo de água morna. Sal demais queima a garganta, e pouco sal não tem efeito. Gargareje sempre que necessário, mas certifique-se de cuspir a água salgada após gargarejar.

Descanse, descanse, descanse - pode ser difícil ficar parado muito tempo, mas ficar andando por aí com bronquite só vai fazer com que você se sinta pior e irá diminuir a habilidade do seu corpo em lutar contra a infecção, portanto, vai ter que pegar leve.

Tome aspirina ou ibuprofeno para aliviar a dor no peito - se um ataque de bronquite produzir dor muscular no peito, estes anti-inflamatórios podem aliviar um pouco. O paracetamol não possui efeito anti-inflamatório e pode não ser tão útil (devido ao risco de contrair a Síndrome de Reye, não dê aspirina a crianças. Em vez disso, use o paracetamol).

Remédios para a tosse são o último recurso - lembre-se de que a tosse é a maneira que seu corpo encontrou para se livrar da infecção. Procure manter as passagens de ar livres. Os melhores remédios para tratar a tosse causada pela bronquite contêm guaifenesina, que ajuda a transportar o catarro para fora do corpo. Mas se você já está no limite da sua paciência e não consegue agüentar mais nem um minuto de tosse, principalmente se ela não lhe deixa dormir o necessário para se recuperar, experimente um remédio que evita a tosse, o supressor dextrometorfano. Mas tome somente quando realmente necessário. Produtos combinados geralmente devem ser evitados: descongestionantes, anti-histamínicos e álcool (ingredientes comuns em produtos combinados) tornam ineficaz o tratamento da tosse e podem aumentar o desconforto ao causar efeitos colaterais. A maior parte das pastilhas para tosse age como demulcente na garganta, ou seja, suas propriedades aliviadoras devem-se, em grande parte, ao açúcar que contêm.

Olho vivo nas complicações - embora deixar a natureza agir seja o melhor tratamento para a bronquite aguda, podem ocorrer complicações. Por isso, fique de olho nos sinais que indicam a hora de consultar o seu médico. Fique alerta à pneumonia, sinusite e otite, pois todas elas precisam ser tratadas com antibióticos receitados por seu médico. Os sinais de que uma ou mais dessas complicações podem estar presentes incluem febre alta persistente (diferente daquela característica da bronquite), forte falta de ar, crises de tosse prolongada ou tosse que dura mais de quatro a seis semanas, dor aguda no peito, dor por trás dos olhos, ou dor de ouvido. Confira se há sangue no seu catarro ou se há mudanças drásticas na cor e consistência desse catarro e informe o seu médico sobre isso. Além disso, informe se você tiver crises freqüentes de bronquite, já que isso pode significar um problema respiratório mais sério que precisa de tratamento médico.

A bronquite ocasiona dores fortes, mas seguir os passos que mostramos vai facilitar a sua vida enquanto o seu corpo elimina a infecção.
Source: