Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

O que saber sobre os pólipos nasais?





O que são pólipos nasais?

Pólipos nasais são pequenos crescimentos benignos de tecido inflamado na camada mucosa do nariz ou dos seios nasais, que fazem saliências para dentro deles. Começam geralmente perto dos seios etmoidais, situados na parte superior interna do nariz e se espalham para áreas abertas. Eles podem variar em tamanho, formato, coloração e localização, serem uni ou bilaterais e podem se localizar em diferentes regiões do nariz e dos seios da face. Podem ser únicos ou múltiplos ou confluírem formando verdadeiros “cachos”.

http://www.abc.med.br/

Quais são as causas dos pólipos nasais?
As causas dos pólipos ainda não foram totalmente esclarecidas. Sabe-se apenas que uma inflamação crônica favorece a ocorrência deles. Assim, pessoas com dificuldades para respirar, infecções crônicas dos seios nasais, asma, fibrose cística, doença mucociliar e rinite alérgica têm maior propensão a terem pólipos nasais. Frequentemente, a polipose nasal vem junto com as alergias, mas há também casos de doenças genéticas associadas.
Quais são os principais sinais e sintomas dos pólipos nasais?
Os principais sinais e sintomas dos pólipos nasais são:
Protuberâncias dentro das cavidades nasais.
Respiração pela boca.
Nariz entupido.
Diminuição ou perda do olfato.
Corrimento nasal, também conhecido como coriza nasal.
Secreção constante na garganta.
Alterações no paladar.
Cefaleia (dores de cabeça).
Sensação de pressão facial.
“Resfriado duradouro”.
Como o médico diagnostica os pólipos nasais?
No exame físico direto, podem ser vistas massas acinzentadas similares a uma uva nas cavidades nasais. A endoscopia nasal (exame que permite acesso e visualização de todas as cavidades nasais) é, pois, um exame essencial. O endoscópio nasal, introduzido pelo nariz, é um tubo iluminado (rígido ou flexível), que contém em sua extremidade uma minicâmera que permite ver o interior das fossas nasais e que transmite imagens (que podem ser gravadas), a um monitor. A tomografia computadorizada dos seios nasais registra sinais acinzentados ndicativos dos pólipos e revela também o estado dos seios da face.
Como o médico trata os pólipos nasais?
A polipose nasal não tem cura e o tratamento deve ser realizado pelo resto da vida, com lavagens nasais abundantes com soro fisiológico, várias vezes ao dia, para evitar a inflamação nasal. Os tratamentos medicamentosos ajudam a aliviar os sintomas, mas não eliminam os pólipos nasais. Pode-se usar sprays de corticoides nasais para aliviar a obstrução nasal. Corticosteroides orais também podem ajudar no manejo de alguns sintomas. No entanto, os antibióticos só devem ser usados se houver uma infecção bacteriana associada e devem ser prescritos por um médico assistente. Algumas pessoas podem necessitar de cirurgia endoscópica dos seios paranasais para retirar os pólipos, mas a cirurgia permite apenas que a doença fique controlada por um tempo maior.
Como evoluem os pólipos nasais?
Quase sempre os sintomas retornam quando o tratamento é interrompido e os pólipos reaparecem, mesmo se extirpados cirurgicamente.
A redução ou perda do olfato costuma ser irreversível.
Podem ocorrer sangramentos nasais e as infecções são facilitadas.
Como prevenir os sintomas desencadeados pelos pólipos nasais?
Manter um controle ambiental adequado, evitando conteúdos agressivos, como poluição, odores fortes, etc.
Utilizar a imunoterapia hipossensibilizante específica.
Utilizar regularmente o cromoglicato de sódio, em caso de asma.
quarta-feira, 19 de junho de 2013