terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Nova tecnologia detecta doenças cardíacas em alta velocidade


Luanda, capital mundial dos apagões
Mais um… 07Dez09 das 09.55 às 17.30

Portal Terra

DA REDAÇÃO - Um novo scanner, capaz de oferecer imagens em alta definição do tórax na metade do tempo de um batimento cardíaco, está sendo introduzido pelo Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) no Reino Unido para qualificar os diagnósticos de problemas cardíacos. O equipamento permite que os especialistas detectem sinais de doenças no coração que não são identificados pelo método convencional. As informações são do jornal britânico The Times.

O aparelho, conhecido como 'Definition Flash', utiliza a tomografia computadorizada (CT, na sigla em inglês) para gerar imagens 3D em alta definição. Segundo os médicos, a tecnologia, além de não ser invasiva como a tradicional angiografia, pode ajudar a garantir que pacientes internados no hospital por dores no peito não corram riscos de sofrer ataque cardíaco quando estiverem em casa, após terem recebido alta.

No procedimento convencional, os pacientes são submetidos à angiografia - visualização por radiografia da anatomia do coração e vasos sangüineos obtida por meio da injeção de uma substância radiopaca em veias ou artérias. No entanto, este exame pode deixar de captar os primeiros sinais da doença.

Dados apontam que um em cada dez pacientes tem um bom desempenho em testes iniciais sem a realização do angiograma, mesmo tendo as artérias bloqueadas. O primeiro dos novos scanners, que custou quase R$ 2,8 milhões (1 milhão de libras), chegou no mês passado ao The London Chest Hospital, um dos principais centros cardíacos britânicos. O equipamento tem sido utilizado em 25 pacientes e os médicos estão se preparando para utilizá-lo em todos os pacientes cardíacos até o final de novembro.

19:49 - 12/11/2009