quinta-feira, 12 de junho de 2014

Katolotolo. Recebido Alerta de uma amiga médica


Caros colegas,
Tem se verificado nas últimas semanas um aumento dos casos de síndrome febril de etiologia não esclarecida. Tratam-se de casos de febre, cefaleia, artralgia, mialgia e exantema, com testes laboratoriais inconclusivos, nomeadamente teste de paludismo, dengue, entre outros. Chamo a atenção para o facto de se poder tratar de Chikungunya.
Foi emitido um alerta pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical de Portugal após terem sido isolados casos desta doença em Portugueses com estadia recente em Angola.

Carla Duarte. Facebook

Muito parecida com o paludismo e a dengue, a doença acarreta febre, cefaleias, mialgia, artralgia e fadiga. A grande diferença está nas dores articulares, que podem ser incapacitantes. Razão pela qual esta doença é conhecida na nossa cultura por “Catolotolo”, termo Kinbundo que significa aquele que anda dobrado.
Brevemente teremos disponíveis no nosso laboratório testes rápidos com IgM anti-Chikungunya. Chamo atenção para o uso racional deste teste.
Solicitar o teste em caso de síndrome febril e artralgia/artrite não explicadas por outras causas ou seja após exclusão de malária e dengue.
Breve revisão teórica:
O vírus Chikungunyaé uma arbovirose, transmitida por mosquitos do género Aedes.
Apresentação clínica:
Os achados laboratoriais são inespecíficos: leucopenia, linfocitose ou linfopenia, linfocitos activados, trombocitopenia, PCR e VS elevados.
A confirmação da doença é feita pelo isolamento do vírus por PCR e ou serologia.
Não existe fármaco antiviral específico, sendo o tratamento sintomático e de suporte:
- Repouso;
- Hidratação;
- Analgésicos: Paracetamol é o fármaco de eleição;
- Anti-inflamatórios não esteroides;
- Evitar Aspirina por risco de hemorragias intestinais e síndrome de Reye;
- Aplicação de compressas quentes a nível das articulações;
- Fisioterapia na fase de convalescença.
Um bem-haja a todos,
Asherafali Carmali — com Asherafali Carmali
Portugueses em Angola. Facebook
Imagem: tpa.sapo.ao