sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Como as pessoas escovavam os dentes na idade média e antes mesmo dela?(idade média).?


HISTÓRIA DA PASTA DE DENTES:

A pasta de dentes é usada a muito tempo, desde 500 antes de Cristo, na China e na Índia. O formato moderno da pasta de dentes foi desenvolvido no século XIX. Um dentista chamado Peabody foi o primeiro a adicionar sabão à pasta de dentes em 1824. Giz foi inicialmente adicionado à pasta de dentes por John Harris em meados dos anos 1850. A primeira vez que uma pasta de dentes perfumada foi produzida em massa foi em 1873, e foi colocada em recipientes de vidro.

Em 1892, o americano Dr. Washington Sheffield foi o primeiro a colocar pastas de dentes em tubos. A pasta de dentes de Sheffield era chamada de Creme Dentifrício. Avanços em detergentes sintéticos (depois da Segunda Guerra Mundial) substituíram o sabão usado antes em pastas de dentes por agentes emulsificantes como o Sodium Lauryl Sulphate e o Sodium Ricinoleate. Mais tarde, pesquisas resultaram no uso de flúor em pastas de dentes.

HISTORIA DA ESCOVA DE DENTES:

A história e a evolução da escova de dentes tem suas origens nos "pauzinhos de mastigar" usados pelos cidadãos da Babilônia em 3500 AC. A literatura grega e romana antigas também mencionam palitos de dentes primitivos que eram mastigados para ajudar a manter os dentes e a boca limpos.
Com o passar dos anos, os palitos de dentes se transformaram em um "palito de mascar" do tamanho de um lápis hoje em dia.
Um dos lados desse palito era mascado até que o mesmo se tornava macio como uma escova de dentes, enquanto que o outro lado do palito era pontudo e por isso utilizado para retirar restos de comida que ficavam entre os dentes após as refeições. Os palitos vinham de gravetos provenientes de árvores aromáticas e ajudavam também a limpar e refrescar o hálito. O registro mais antigo que mostra o uso desses gravetos é encontrada na literatura chinesa de meados de 1600 AC.
A primeira escova de dentes com fiozinhos também originou-se na China, por volta de 1600 DC. Por volta de 1780, a primeira escova de dentes foi feita por William Addis da cidade de Clerkenald, Inglaterra. Mais tarde, Addis e seus descendentes, fabricaram a melhor das escovas de dentes inglesas nas quais os cabos eram feitos com ossos de bovinos e as pontas eram feitas com fibras naturais e mantidas ali com fios de arame bem finos. Essas fibras naturais eram colhidas dos pescoços e ombros de suínos, especialmente de porcos que viviam em climas frios como o da Sibéria e o da China.

Por volta do início dos anos de 1800, as escovas com fibras já se encontravam em uso pela população em geral na Europa e no Japão. Em 1857, o americano H.N. Wadsworth foi reconhecido com a primeira patente de escovas de dentes quando os Estados Unidos entravam em um período de expansão no mercado de escovas de dentes. Em 1844, a primeira escova de dentes foi fabricada manualmente e patenteada como uma escova com três filas de fibras pelo Dr. Meyer L. Rhein. Em 1885, a fábrica Florence Manufacturing Company do estado de Massachusetts, EUA, em sociedade com o Dr. Rhein, começou a produzir a escova Pro-phy-lac-tic para venda no mercado americano.

Com o progresso da tecnologia, fibras sintéticas substituiram as fibras naturais extraídas de suínos. Fibras de Nylon foram inicialmente aplicadas na fabricação de escovas de dentes por volta de 1938 e em meados de 1939, escovas de dentes elétricas apareceram no mercado em uma tentativa de oferecer ao público uma escova que pudesse estimular a ação de uma escova manual mas com melhores resultados e performance de limpeza.

Difícil acreditar, mas a maiorias dos americanos não tinham como hábito escovar os dentes até que soldados trouxeram consigo o hábito que tinha sido obrigatório no exército durante a Segunda Grande Guerra. A primeira escova de dentes elétrica verdadeiramente eficiente foi produzida em 1939 na Suíça.


HISTORIA DO FIO-DENTAL:

O fio-dental é uma invenção antiquíssima. Pesquisadores encontraram vestígios do uso de fio-dental e palitos de dentes nos dentes de humanos pré-históricos. O americano Levi Spear Parmly (1790-7859) é considerado como o inventor do fio-dental moderno (talvez o termo re-inventor seja mais apropriado). Parmly já incentivava o uso de fios-de-seda como fio-dental em 1815.
Imagem: nossopovogr.blogspot.com