Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

domingo, 16 de dezembro de 2012

Fraldas descartáveis são problema ambiental mas existem alternativas

 

Elas são práticas, mas não podem ser incineradas e demoram a se decompor

Sheila Lange - fontes: www.ionline.pt| frals.wordpress.com| revista Crescer (fotos: defensoresdanatureza.com.br e novopapeldeseda.blogspot.com)
portalodm.com.br
Mães ao redor do mundo estão buscando alternativas para as fraldas descartáveis. Elas são extremamente práticas e aparentemente confortáveis para o bebê. Mas quando se usa efetivamente essas fraldas, percebemos que os benefícios são relativos. Além de serem caras, não serem reutilizadas e se avolumarem no meio ambiente porque demoram séculos para se decompor, elas não podem ser incineradas porque a queima de seus componentes (derivados de petróleo) produzem uma fumaça altamente tóxica e cancerígena. As fraldas são então despejadas nos aterros e demoram 500 anos para se decompor.
Juntos, todos os bebês de apenas uma das grandes cidades do mundo consomem até cinco toneladas de fraldas a cada hora. Um bebê, até aos 2,5 anos, produz uma tonelada de resíduos que não são tratados. São cerca de seis mil fraldas descartáveis. Só no Brasil são descartadas 204 fraldas por segundo, 12.240 fraldas por minuto, 734.400 fraldas por hora, 17.625.600 fraldas por dia.
Alternativas
Uma marca portuguesa comercializa um método simples que já usado por algumas mães. As fraldas de pano - bonitas por fora por serem revestidas com tecidos coloridos e velcros - têm absorventes reutilizáveis que retêm o xixi e o cocô. Basta retirar este absorvente, jogar os dejetos no vaso sanitário e lavar o absorvente de pano na máquina de lavar. Como foi desenvolvido em algodão especial, pode-se lavá-lo a baixas temperaturas (40º).
Os preços das fraldas variam entre 17€ e os 25€ (entre R$ 40 e 60) e são necessárias pelo menos 12. Além de reduzir sobremaneira problemas ambientais , a opção é bem mais econômica: poupa-se até 1600€ por filho (cerca de R$ 3.700) , que pode utilizar as fraldas." Estas fraldas já são comercializadas no Brasil [saiba mais]. Além das novas fraldas de pano, fala-se do desenvolvimento de fraldas descartáveis de materais biodegradáveis.
Segundo a jornalista e mãe Julia Christo Brandão Timo - que em seu blog divulga uma das opções brasileiras às fraldas descartáveis - além da degradação ambiental que as descartáveis estão provocando, elas podem também ser nocivas à saúde do bebê causando alergias, assaduras, dermatites, contaminação pelos elementos químicos de sua composição e pelo excesso de gel que os fabricantes utilizam para a eficiência das "super secas", que acabam absorvendo até mesmo a umidade natural da pele da criança.", afirma.
Lavagem
Existe nos Estados Unidos um serviço que ajuda na manutenção das fraldas de pano. O serviço recolhe periodicamente as fraldas sujas e deixa na casa do cliente fraldas limpas, higienizadas por meio de processo industrial. Segundo o site Wikipedia, esse serviço utiliza menos água por fralda no processo de lavagem, mas tem a poluição adicional do veículo que realiza as entregas.
Pais que lavam as fraldas de pano em casa normalmente fazem duas lavagens, duplicando assim os custos financeiros e ambientais da energia e do uso da água da lavagem. Além disso, fraldas de pano são mais comumente feitas de algodão, e o algodão convencional é uma das culturas mais quimicamente dependentes, sugando 10% de todos os produtos químicos agrícolas e 25% de inseticidas. No entanto, este efeito pode ser atenuado pelo uso de outros materiais, como o bambu e o cânhamo.
Dicas reduzir os seus impactos ambientais na lavagem de roupas e de fraldas de pano:
. Preferir secar ao sol
. Secar na máquina o mínimo possível
. Ao substituir aparelhos, escolher aparelhos de maior eficiência energética
. Não lavar as fraldas a temperaturas acima de 60 ° C
. Lavar maiores quantidades de roupas de cada vez
. Reutilizar fraldas em outras crianças.
. Uma sugestão é adicionar uma colher de sopa de vinagre branco a cada 10 litros de água para evitar o mau cheiro;
. Prefira sabão de coco para lavar as fraldas. Produtos químicos como sabão em pó comum, amaciante e alvejantes podem causar alergia na criança;
. Apesar de muitas mães terem o costume de ferver as fraldas, esse hábito não é necessário. Fora do trato urinário, as bactérias não sobrevivem;
. Evite passar as fraldas a ferro com muita freqüência, pois elas podem começar a desmanchar. Além disso, calor do ferro nada tem a ver com a eliminação das bactérias.