sábado, 7 de março de 2009

Dependência do tabagismo é comparada à da heroína


«Considerado doença pela Organização Mundial da Saúde, o tabagismo já matou mais de 100 milhões de pessoas. Actualmente, mata 3,5 milhões por ano, número superior à soma das mortes provocadas pelo vírus da SIDA, pelos acidentes de trânsito, pelo consumo de álcool, cocaína e heroína e pelo suicídio.

“O cigarro matou mais no século XX que todas as guerras somadas: foram 100 milhões de vítimas, segundo a organização Mundial de Saúde (OMS), afirma Mário César Carvalho, repórter especial da Folha de S. Paulo e autor do livro “Folha Explica Cigarro”, editado pela Publifolha.

Ainda de acordo com Mário Carvalho, “o cigarro provoca 26 enfermidades fatais, 11 tipos de cancro, seis doenças cardiovasculares, cinquenta respiratórias e quatro pediátricas, encurta em cinco anos a vida de quem consome 15 cigarros por dia e causa uma dependência tão grave como a da heroína”.

No livro, o autor aponta dados estarrecedores sobre o tabagismo, conta a história da indústria do cigarro e mostra que o fumo é a maior causa de mortes evitáveis na história da humanidade.»

In Jornal de Angola Visite-me também em: Universidade, Universe, Universal e X-Files