quinta-feira, 26 de março de 2009

Queimaduras de segundo e terceiro grau


Italiano desempregado ateia fogo em próprio corpo em Roma
Agência ANSA

ROMA - Um homem, desempregado há seis meses, ateou fogo em seu corpo na manhã desta quarta-feira na Praça do Campidoglio, em frente à prefeitura de Roma, como uma forma de 'protesto'.

- Estou desempregado e decidi fazer isso como um protesto - disse o italiano, de 39 anos, aos médicos do hospital Sant'Eugenio, para onde foi levado com queimaduras de segundo e terceiro grau em 20% de seu corpo. Ele foi socorrido por agentes da polícia que estavam no local para preparar a visita da família real da Suécia.

Segundo fontes do hospital, o homem teve queimaduras especialmente na cabeça, nos braços e no tórax, mas não corre risco de vida.

Identificado como Vicenzo C., o desempregado tem antecedentes criminais por delitos contra o patrimônio e, segundo informou um amigo, ele estava sem trabalho há seis meses, desde que foi demitido da padaria onde trabalhava em Roma, sem receber o seguro-desemprego, porque 'a pessoa que o havia contratado não havia pagado corretamente todos os tributos'.

- Estou desesperado. Não tinha nada, como poderia ir em frente sem dinheiro? Agora, talvez alguém se lembre de mim - disse Vicenzo, que tem um filho e vive em uma casa popular na capital italiana, logo após a ação.

http://jbonline.terra.com.br/pextra/2009/03/25/e250326786.asp