sábado, 25 de abril de 2009

O 'abc' da gripe suína


D.F. Efe
Actualizado sábado 25/04/2009 01:03 (CET)

EL MUNDO

MÉXICO D.F. – O surto da gripe suína que afecta a capital mexicana já matou mais de 60 pessoas e afecta já a outro milhar. Por esta razão, o Ministério da Saúde publicou este guia.

- O que é a gripe suína?

É uma enfermidade das vias respiratórias causada por um vírus extremamente contagioso. Existem três tipos diferentes de vírus (A, B, C), que podem mutar, e ademais vários subtipos. É importante porque afecta a todas as idades, e mutações importantes do vírus podem causar complicações graves incluso a morte num grande número de pessoas, frequentemente meninos e idosos.

- É o mesmo que um resfriado comum?

Não, ainda que ambas são enfermidades respiratórias agudas e têm sintomas comuns, o microrganismo que causa a gripe dos porcos é diferente à que causa o resfriado ou gripe comum.

- Como se contagia?

De pessoa a pessoa através das secreções do nariz e da boca (tossir, espirrar, falar, cantar) ou por contacto directo (as mãos, quando o enfermo não as lava, os beijos). É muito contagiosa (3-7 dias uma vez que se iniciam os sintomas) e de maior risco quando ocorre em lugares fechados (habitações, berçários infantis, escolas, asilos, albergues, entre outros). Estima-se que uma epidemia poderá percorrer o mundo num período de três a seis meses.

- Quais são os sintomas?

* Febre acima dos 38° C
* Tosse frequente e intensa
* Dor de cabeça
* Falta de apetite
* Congestão nasal
* Mal-estar geral


- Como se diagnostica?

É necessário que um médico faça um exame clínico detalhado e investigue antecedentes doutras enfermidades, contactos e viagens. O diagnóstico realiza-se mediante a identificação do vírus em secreções do nariz ou da laringe (isolamento viral) durante as primeiras 24-72 horas depois do início da enfermidade, ou mediante o estudo do sangue para identificar anticorpos.

- A gripe dos porcos pode-nos complicar?

Sim, um quadro de gripe dos porcos não tratado adequadamente ou associado a outra enfermidade não controlada pode gerar complicações, principalmente respiratórias (otites, sinusites, rinites, pneumonia, broncopneumonia, laringite obstrutiva), cardíacas ou incluso a morte). Isto observa-se frequentemente quando ocorrem grandes surtos ou epidemias. É necessário vigiar os meninos que recebem tratamento com ácido acetilsalicílico porque podem apresentar encefalites.

- Existe tratamento para a gripe dos porcos?

A gripe dos porcos é causada por um vírus, para o qual não existe tratamento. Sem dúvida há medicamentos que fazem a enfermidade mais suportável, encurtam-na e moderam os sintomas, sempre e quando se administrem durante as primeiras 48 horas da enfermidade. Os medicamentos são para usar com cuidado, só o médico está capacitado para determinar se devem administrar-se a um paciente, já que não estão isentos de efeitos secundários.

- Como se pode prevenir?

Existe uma vacina que se refere como a melhor forma de prevenir a gripe dos porcos. Prepara-se cada ano considerando os tipos de vírus circulantes no mundo, é bem tolerada mas não deve aplicar-se a pessoas com alergia às proteínas do ovo com antecedentes de reacção grave à vacina ou que tenham padecido a Síndroma de Guillain-Barré (seis semanas antes da vacinação).

- Recomendações à população em geral
* Manterem-se afastados das pessoas que tenham infecção respiratória
* Não saudar com beijos nem dando a mão
* Não compartilhar alimentos, copos ou talheres
* Ventilar e permitir a entrada do sol em casa, nos escritórios e em todos os lugares fechados
* Manter limpas as toalhas de cozinha e banho, utensílios, assim como brinquedos, telefones ou objectos de uso comum

No caso de apresentar um quadro de febre alta de maneira repentina, tosse, dor de cabeça, muscular e das articulações, dever-se-á acudir de imediato ao seu médico ou à sua unidade de saúde
* Abrigar-se e evitar mudanças bruscas de temperatura
* Comer frutas e verduras ricas em vitaminas A e C (cenoura, papaia, goiaba, laranja, tangerina, lima, limão e ananás)
* Lavar as mãos frequentemente com água e sabão
* Evitar a exposição a contaminantes ambientais
* Não fumar em lugares fechados nem próximo de meninos, idosos ou enfermos
* Chamar o médico imediatamente quando se apresentarem os sintomas

- Que medidas se recomendam para os enfermos?

* Permanecer em casa, evitar acudir a centros de trabalho, escolas ou lugares onde exista concentração de pessoas (teatros, cines, bares, autocarros, metro, discotecas, festas, etc.). Isto evitará que outros se infectem através de você
* Cubra a boca e o nariz com um pano ao falar, tossir, espirrar. Isto evitará que as pessoas ao seu redor adoeçam
* Evite tocar nos olhos, boca e nariz já que o vírus dissemina-se quando uma pessoa toca algum objecto contaminado e logo se toca os olhos, boca ou o nariz
* A gripe pode-se prevenir mediante a aplicação de una vacina que se prepara segundo o tipo de vírus circulante no mundo), é necessário vacinar-se cada ano
* Evite o pó, fumo do tabaco e outras substâncias que podem interferir com a respiração e que fazem os meninos mais propensos a adoecerem
* Utilizar máscaras, tirar o lenço descartável da bolsa de plástico e espirrar sobre o ângulo interno do cotovelo
* Uma vez transcorridas 24 horas sem nenhum sintoma, pode-se regressar aos labores habituais

Foto: Um vendedor ambulante com máscara protectora, nas ruas do México