segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

México confirma nove mortes e 573 infecções por gripe H1N1


A secretaria mexicana de Saúde informou no último domingo (22) que o total de casos confirmados de gripe H1N1 chegou a 573 pacientes, com nove mortes provocadas pela doença.
Os casos desta cepa viral representam 90% do total de doentes por gripe, segundo dados da secretaria, publicados em comunicado em sua página na internet.
"De acordo com o informado pelas unidades de saúde monitoras de influenza, na primeira semana de 2012, sete em cada mil consultas por doença respiratória foram [de] pacientes com sintomas semelhantes à influenza, sendo uma prevalência muito abaixo do indicador de alerta, que é de 20 por mil", explicou o boletim.
Além disso, as autoridades sanitárias lembraram que na temporada de inverno aumentam as infecções respiratórias agudas.
"Até 20 de janeiro de 2012 foram registradas 505.521 consultas por infecções respiratórias agudas e 1.343 casos de pneumonias e broncopneumonias", acrescentou.
Na quinta-feira, o vice-secretário de Prevenção e Promoção da Saúde, Pablo Kuri, havia reportado 333 casos de influenza H1N1 confirmados em todo o território mexicano, e descartou que se trate de uma emergência.
O aumento de casos começou a ser registrado nas últimas semanas de dezembro, razão pela qual Kuri qualificou como "uma situação esperada" para a temporada de inverno.
A gripe H1N1 manteve o México em alerta sanitário do fim de abril de 2009 a junho de 2010. Neste período, foram registradas 1.251 mortes.
http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/afp/2012/01/23/mexico-confirma-nove-mortes-e-573-infeccoes-por-gripe-h1n1.jhtm
Imagem: Uma estirpe de H5N1 adaptada a aves, chamada HPAI A(H5N1) (significando ...
cambetabangkokmacau.blogspot.com