Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Chá de Caxinde retarda a velhice


Pedro Catarino, doutorado em biotecnologia, de nacionalidade portuguesa, que está a trabalhar com plantas medicinais num trabalho de cooperação com a Universidade Metodista de Angola, e a empresa petrolífera ESSO, disse que “estão a ser feitas experiências fito-terapêuticas em algumas plantas para se saber a melhor forma de as utilizar e identificar os princípios activos dos efeitos medicinas sobre os cidadãos. No final da pesquisa vamos divulgar os resultados das pesquisas no tratamento das doença”.

Pedro Catarino acrescentou que os resultados têm sido satisfatórios e que as primeiras pesquisas estão a ser feitas com o chá de caxinde para descobrir quais são os efeitos e as melhores formas de preparar o chá sem fazer perder grande parte das moléculas activas terapêuticas para a saúde humana.

Explicou que começou pela planta chá de caxinde por não existirem muitos estudos sobre a planta. Os trabalhos vão desde a extracção da planta e a e verificação e testagem nos pacientes, como anti-depressivo. A primeira fase do estudo foi saber como as pessoas utilizavam o chá e quais são os seus efeitos. A grande descoberta foi verificar que o óleo extraído da planta tem uma actividade superior à da ampicilina e que as folhas podem servir de repelentes contra os mosquitos e retarda o envelhecimento das populações.

http://jornaldeangola.sapo.ao/18/56/plantas_medicinais_abundam_em_angola