domingo, 16 de outubro de 2011

A importância de uma alimentação variada



A alimentação é a forma pela qual o organismo obtém substâncias necessárias para produzir energia fundamental para realizar funções vitais como a respiração. A comida é uma das principais fontes de nutrientes necessários para manter o organismo saudável.

http://www.conhecersaude.com

Os nutrientes que o organismo não sintetiza, ou seja, têm que ser ingeridos pelos alimentos, são considerados nutrientes essenciais, como por exemplo as vitaminas. Os que o organismo consegue sintetizar ou obter pela alimentação, são os nutrientes não essenciais, por exemplo a glicose pode ser obtida do açúcar dos alimentos ou dagordura armazenada no tecido adiposo. Em situações de grande falta de alimentos a gordura é "queimada" e transformada em glicose. Ambos são necessários ao organismo porque cada um desempenha a sua função.

Existe uma falsa ideia de que se deve ingerir determinados alimentos devido a prevenirem determinadas doenças ou porque fazem bem a algum órgão, por exemplo, a ingestão de cenouras faz bem aos olhos, põe os olhos bonitos.

Deve haver uma mentalização de que se deve comer um pouco de tudo, para haver uma variabilidade de nutrientes, uma vez que os alimentos de origem animal e vegetal complementam as necessidades do organismo para este funcionar saudável.

Uma alimentação pobre em determinados alimentos pode provocar carências nutricionais e doenças, por exemplo os baixos níveis da vitamina B9 (ácido fólico), pode provocar anemia e mal formações nos fetos das grávidas com este défice.

Deve-se regular as quantidades alimentares para evitar a acumulação de gorduras (obesidade) e doenças por carências ou excessos alimentares. A idade, peso, gravidez, sexo e atividade física são fatores a ter em conta para se determinar as necessidades energéticas ou nutricionais do organismo.

Comer bem não é comer pouco ou demasiado mas variado e nas devidas porções.

Leia os nossos novos artigos emConhecerSaude.com