Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Vice-PR defende formas de reforço dos sistemas de saúde



Luanda  – O vice-presidente da República, Fernando da Piedade Dias dos Santos, disse hoje, quarta-feira, em Luanda, ser fundamental analisar formas de reforçar os sistemas de saúde na região da SADC, de modo a permitir e garantir o sucesso a todas as populações, em particular as mais desfavorecidas e vulneráveis.

Fonte: Angop
Fernando da Piedade Dias dos Santos falou aos ministros da Saúde e responsáveis pelo combate ao VIH/Sida na região da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), reunidos extraordinariamente na capital angolana, para avaliar a incidência de casos da tuberculose na indústria mineira.
 
Discursando na abertura do encontro, que decorre no Centro de Conferências de Talatona, fez saber que Angola atribui elevada prioridade à saúde pública e a estratégia dos cuidados primários, incluindo o combate à tuberculose, VIH/Sida, malária e à tripanossomíase.
 
“Somos também um país com intensa actividade e, como muitos países da região, estamos envolvidos em fluxos migratórios de populações, tanto os que saem como os que entram nosso território”, asseverou o vice-presidente da República.  

Reconheceu que a maioria dos países da SADC tem já políticas, estratégias e planos operacionais sustentados pelas organizações internacionais, como a OMS, para fazer face as grandes endemias que afectam as populações da região.

Reiterou o desejo do Executivo angolano de compartilhar experiências para em conjunto “podermos aprovar, a este nível, a Declaração e o Código de Conduta sobre a tuberculose em mineiros e em migrantes na nossa região, contribuindo assim para a melhoria da saúde das populações da África Austral”.
 
“Como é do vosso conhecimento, coincidentemente, comemora-se hoje, 25 de Abril, o Dia Mundial de Luta Contra a Malária, constituindo uma oportunidade para uma reflexão conjunta sobre a doença que, infelizmente, continua a ser a principal causa de morte em muitos dos nossos países”, acentuou Fernando da Piedade Dias dos Santos.  
 
Sem precisar números, Fernando da Piedade Dias dos Santos disse que este ano, sob o lema “Manter os ganhos, salvar vidas: investir na luta contra a malária”, pretende-se salientar os progressos obtidos na última década na luta contra a doença, que permitiram salvar inúmeras vidas.
 
Considerou que o dia que hoje se assinala representa uma oportunidade para os países das regiões afectadas aprenderem com as experiências de uns e de outros, bem como uma ocasião para os parceiros internacionais reflectirem sobre a expansão dos sucessos que têm sido alcançados.
 
A reunião ministerial, que vinha sendo preparada pelos peritos desde segunda-feira, no Centro de Conferência de Talatona, tem o seu término marcado para esta quinta-feira.