sábado, 27 de junho de 2009

Música dos Bee Gees pode salvar vidas, dizem médicos americanos



'Stayin' Alive', hino dos anos 70, tem ritmo de massagem cardíaca.
Maioria dos americanos tem medo de fazer procedimento.

Do G1, em São Paulo


'Stayin' Alive', do Bee Gees: ideal para combater paradas cardíacas. (Foto: Randee St./Reuters)

Médicos americanos especializados em atendimento de emergência descobriram que a música "Stayin' alive', da banda britânica Bee Gees, tem o ritmo perfeito para ser seguido durante procedimento de massagem feito em vítimas de ataque cardíaco.

De acordo com o manual da American Heart Association, as compressões no peito da vítima devem ser feitas, durante o procedimento de ressuscitação cardiopulmonar, em um ritmo de 100 vezes por minuto. O ritmo do refrão de "Stayin' alive" é de 103 batidas por minuto.

A ressuscitação cardiopulmonar, conhecida pela sigla em inglês "CPR", é uma técnica que consiste em compressões no peito do paciente vítima de ataque cardíaco e respiração boca-a-boca. É utilizada em emergências como parada cardíaca ou respiratória.
saiba mais
Por ouvir rap alto demais, homem é condenado a escutar música clássica
Dono de bar proíbe música 'Danny Boy' em todo mês de março
Contra ‘fugas’, músicos têm banheiro químico e garçons particulares
Led Zeppelin e AC/DC viram moda em enterros na Austrália

Segundo a associação americana, o procedimento de CPR aumenta em três vezes a chance de sobrevivência de um paciente com parada cardiorrespiratória, mas boa parte das pessoas tem medo de utilizá-lo por não saber qual o ritmo ideal das massagens cardíacas.

Em um estudo condizido pelo cardiologista David Matlock, da faculdade de medicina da Universidade de Illinois, constatou-se que aqueles que realizavam o CPR ao som da música dos Bee Gees conseguia acertar o ritmo das massagens.

http://g1.globo.com/Noticias/PlanetaBizarro/0,,MUL801841-6091,00-