Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Desmaios em cadeia interrompem culto do 113º aniversário da IEA

Cabinda – O culto ecuménico alusivo ao 113º aniversário da fundação da Igreja Evangélica de Angola (IEA), que hoje (17 de Julho) se assinala, foi interrompido devido aos desmaios em cadeia de 18 fiéis, por causas ainda desconhecidas.

Segundo apurou a Angop, eram cerca de 10h20 quando o culto, que decorria no pavilhão multi-uso de Buco Zau, foi interrompido devido a desmaios em cadeia de 18 dos mais de mil fiéis presentes no evento, que marcou o acto central das comemorações do
aniversário daquela confissão religiosa.

O acontecimento gerou pânico que obrigou a saída desordenada dos fiéis do local, abortando-se desta forma o culto.

As 18 vítimas receberam os primeiros socorros no Hospital Municipal de Buco Zau, de onde as 11 mais graves foram evacuadas à cidade de Cabinda para cuidados intensivos no hospital provincial.

Em declarações à Angop, o secretário-geral da IEA, reverendo Filómeno Buza, disse que nunca tinha assistido algo similar.

Para o comandante da Polícia Nacional no município de Buco Zau, intendente Cristo Liberal, foram criados todos os mecanismos de segurança para que nada de anormal acontecesse, manifestando-se surpreso pelo sucedido.

Por sua vez, o médico Isidoro Buela, ao serviço do Hospital Municipal de Buco Zau, afirmou que do diagnóstico feito às vítimas nada indicia presença de uma substância tóxica, garantindo contudo aprofundar as investigações com vista a se determinar as causas.

Estavam presentes no acto, delegações provenientes de todas as regiões eclesiásticas da Igreja Evangélica de Angola e do estrangeiro, bem como representantes dos órgãos de soberania e de outras igrejas.
Governo da província de Cabinda