quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Cientistas transformam células-tronco em “bacon”


Se você acha aqueles nuggets de frango uma farsa, porque eles são feitos mais de soja do que de carne de verdade, então espere para provar a mais nova tecnologia em comida “artificial”. Cientistas desenvolveram uma técnica que transforma células-tronco de porcos em carne. Ela seria uma alternativa para a forma com que criamos rebanhos atualmente.

HYPESCIENCE

Todos sabem como bois e outros animais que criamos para o abate acabam prejudicando o meio ambiente (seja com o desmatamento para a área em que os criamos ou produzindo gases que aumentam o efeito estufa). E, além de ser ecologicamente correta, a carne de laboratório pode ajudar a aliviar a fome no mundo e também acabar com a crueldade com os animais nas fazendas de abate.

Desde 2006 cientistas holandeses estão “cultivando bacon” em seus laboratórios. De acordo com eles, a textura da carne ainda não parece ideal e ninguém fez um teste culinário com ela. Mas eles acreditam que a nova tecnologia será muito usada no futuro.

Basicamente, se esses cientistas pegassem as células tronco de um porco e as multiplicassem por um milhão (o que não é, nem de longe, impossível de se fazer) seriam necessários menos um milhão de porcos criados para abate, que poluiriam o planeta, liberariam gases e consumiriam ração.

Então conforme-se com o seu nugget de frango feito de soja. O futuro pode ser bem mais artificial. [MSNBC]