Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Antidepressivo ajuda pacientes de derrame a se recuperarem melhor


Um novo estudo descobriu que o antidepressivo fluoxetina (o famoso Prozac) pode facilitar a recuperação de pessoas que sofreram acidente vascular cerebral isquêmico, onde parte do cérebro fica sem sangue devido a um bloqueio.

Esses pacientes muitas vezes acabam parcialmente paralisados, ou com fraqueza muscular severa. Eles precisam de cuidados especiais, uma vez que não conseguem fazer muitas coisas sozinhos.

A fisioterapia é o tratamento padrão para ajudar esses pacientes a reconstruir suas capacidades motoras. Agora, os pesquisadores descobriram que tomar fluoxetina pode facilitar essa recuperação.

O estudo contou com 118 pacientes franceses que haviam sofrido derrame isquêmico agudo. Metade recebeu a droga, um inibidor seletivo de serotonina, com início entre 5 a 10 dias após o evento, e a outra metade recebeu um placebo.

Os que receberam o medicamento tiveram um controle significativamente melhor do seu corpo (ambos membros superiores e inferiores) 90 dias depois do tratamento. Eles também tinham maior probabilidade de recuperar o controle o suficiente para viver de forma independente.

Os pesquisadores acreditam que a fluoxetina ajudou os pacientes a se recuperar reduzindo a inflamação do cérebro e aumentando os níveis de serotonina, um neurotransmissor do sistema nervoso central. Uma hipótese é que uma função primária do sistema serotoninérgico do cérebro é facilitar o rendimento motor.

A descoberta tem um enorme potencial para mudar a prática clínica com pacientes de derrame, mas os cientistas ainda não podem afirmar se a maioria dos pacientes com deficiências motoras após AVC devem ser tratados com a droga. Estudos maiores e mais duradouros são necessários para que essa conclusão seja alcançada. [Telegraph]

http://hypescience.com/antidepressivo-ajuda-pacientes-de-derrame-a-se-recuperarem-melhor/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

Hypescience