segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Tempo gasto em frente à TV aumenta risco de doenças cardiovasculares


Segundo uma nova pesquisa, quanto mais tempo você passa sentado no sofá, vendo televisão, ou em um computador, mais chances você tem de ter doenças cardiovasculares e encurtar a sua vida, não importa quanto exercício você faça enquanto não está na frente das telinhas.

Os pesquisadores acompanharam mais de 4.500 pessoas escocesas de 35 anos ou mais, cujo tempo de tela e outros comportamentos de saúde foram registrados em uma pesquisa. A maioria dos participantes (54%) disse gastar duas a quatro horas de seu tempo livre por dia na frente da TV ou do computador, enquanto 29% passam quatro horas ou mais. O tempo de tela no trabalho ou na escola foi excluído.

Ao final do estudo, 215 dos participantes tiveram um ataque cardíaco ou outro problema cardiovascular, e 325 morreram de qualquer causa.

As pessoas que passaram pelo menos quatro horas por dia em frente às tecnologias tiveram de duas a três vezes mais chances de experimentar um ataque cardíaco, derrame ou outro problema grave cardiovascular do que os que passaram menos de duas horas. O mesmo grupo também teve cerca de 50% mais probabilidades de morrer de qualquer causa durante o estudo de quatro anos.

A ligação entre o tempo de tela e os problemas de coração quase não se alterou quando os pesquisadores consideraram a quantidade de exercício realizado pelos participantes do estudo. Os pesquisadores também controlaram obesidade, tabagismo, diabetes, classe social, e outros fatores.

O estudo não prova que assistir TV ou ficar no computador não é saudável. O verdadeiro culpado pode ser o que as pessoas tendem a fazer durante essas atividades: sentar-se. Por que se sentar é prejudicial?

Segundo os pesquisadores, isso não é claro, mas estudos mostram que a postura sentada (prolongada) diminui a ação de uma enzima (lipase lipoprotéica), que quebra as gorduras no sangue, como colesterol e triglicérides. Quando a atividade da enzima diminui, os níveis dessas substâncias sobem. Esta é uma explicação bastante plausível para as conclusões.

E muito tempo sentado não é a mesma coisa que muito pouco exercício. As recomendações de saúde pública que têm focado principalmente na adição de atividade física também precisam subtrair o tempo gasto sentado.

Mas sentar não pode ser o único fator a alterar a ligação. Estudos têm mostrado que as pessoas comem alimentos menos saudáveis enquanto assistem TV, e são mais susceptíveis de serem expostos a anúncios de comida gordurosa. Ainda assim, o palpite dos cientistas é que o tempo que as pessoas gastam sentadas seja o principal fator.

Embora os pesquisadores não tenham sido capazes de confirmar essa teoria, amostras de sangue dos participantes sugerem que a relação entre o tempo de tela e problemas cardíacos é parcialmente explicada pelos níveis de mau colesterol e inflamação. Estar acima do peso também parece desempenhar um papel.

O próximo passo é pesquisar se levantar-se e andar em volta, ou até mesmo se esticar ou ficar de pé, pode ajudar a combater os efeitos nocivos de ficar sentado. A posição sentada é um padrão para muitas coisas no mundo atual. Os pesquisadores explicam que talvez nossos corpos não sejam feitos para isso, e a reação é todas estas consequências fisiológicas e químicas adversas. [CNN]

http://hypescience.com/tempo-gasto-em-frente-a-tv-aumenta-risco-de-doencas-cardiovasculares/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE