quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

7 Dicas de saúde que você deve esquecer


Você lembra daquela história de que não era bom comer a gema do ovo? Ou o ovo inteiro? São várias idéias que foram difundidas por aí como cientificamente provadas, mas que de científicas não tinham nada.

Confira uma lista com 7 dicas de saúde que você deve esquecer:

1. CORRER DETONA OS JOELHOS

Lembra de quando você estava correndo pelo parque, encontrou aquela amiga que está sempre ligada na “dieta da semana” e levou uma bronca dela por que correr faz mal aos joelhos? A idéia é que o impacto causado pela corrida prejudicaria os joelhos, logo, seria mais saudável caminhar em vez de correr. Mas uma pesquisa mostrou que isso não é verdade e que, além disso, correr pode fortalecer os joelhos. O estudo analisou oito maratonistas durante 10 anos – destes, apenas um já tinha problemas nos joelhos. Todos os outros estavam correndo extremamente bem desde o início até o final da pesquisa. Isso não quer dizer que corredores não possam machucar seus joelhos, mas sim que o dano, normalmente, é causado por outros fatores, não a corrida.

2. BRONZEADO SAUDÁVEL

Não existe bronzeado saudável. Durante séculos, nossos antepassados tentaram se proteger do sol e agora sabemos que os raios ultravioleta causam câncer de pele. A história do bronzeado saudável surgiu nos anos 90, quando cientistas descobriram que a luz do sol pode ajudar na cura do raquitismo – caracterizado por ossos fracos e pela deficiência de vitamina D. Mas hoje os raios ultravioletas estão no mesmo patamar que o tabaco como causadores de câncer.

3. COMIDA SAUDÁVEL

Há um limite para tudo. Você está certo em querer comer mais salada ou mais frutas, mas há pessoas que levam essa história de comida saudável muito a sério. Recentemente, médicos identificaram um novo distúrbio alimentar chamado ortorexia nervosa, caracterizado pela compulsão por comida saudável. O doente acha que pode ser curado de qualquer coisa se passar a comer alimentos mais saudáveis, mas isso chega ao extremo, como as pessoas que só comem coisas cruas e acabam com deficiência de vitaminas. Nem todos os especialistas estão convencidos de que a ortorexia é um distúrbio como a bulimia ou a anorexia.

4. MARGARINA OU MANTEIGA?

Diferente da manteiga, que é mais natural e vem do leite da vaca, a margarina foi inventada em laboratório, em meados de 1813. Só isso deveria ser o suficiente para que você fique um pouco duvidoso quanto ao consumo dela. Como não é uma gordura proveniente de animais, a margarina sempre foi considerada a mais saudável. Mas estudos recentes mostram que não só ela aumenta o colesterol LDL (ruim) como abaixa o HDL (bom). A margarina, na verdade, é um produto industrializado, feito em laboratório e contém gordura do mesmo jeito, embora com uma procedência diferente. Os especialistas aconselham o uso moderado de manteiga ou então tentar substituir essas substâncias por azeite de oliva.

5. OVOS

Recentemente, ovos vêm sido proibidos e readmitidos como alimentos saudáveis. Eles foram culpados de possuírem muito colesterol e médicos recomendavam consumir o mínimo possível. Um estudo mostrou que pessoas que comem pelo menos um ovo por dia têm chances 22% maiores de morrer por qualquer causa do que pessoas que não comem ovos tão regularmente. No entanto, os ovos não fazem tanto efeito assim no nível de colesterol quanto se achava. Gorduras e carnes são bem mais perigosas. Além disso, ovos estão cheios de vitaminas importantes para nosso organismo. Atualmente, as pessoas estão incorporando ovos em dietas saudáveis, especialmente os vegetarianos.

6. MULTIVITAMINAS

Uma das maiores descobertas do último século foi o papel de vitaminas e proteínas em nosso organismo. Muitas doenças, como a beribéri, o raquitismo e o bócio, causadas pela falta de alguma vitamina no corpo, foram extintas. Então por que não fazer um favor ao seu corpo e tomar uma daquelas pílulas de multivitaminas todos os dias? Foi o que aconteceu nos anos 90. Médicos recomendavam aquelas pílulas para todo mundo. Mas posteriormente foi descoberto que o excesso de algumas vitaminas também pode causar doenças. A vitamina E em excesso pode aumentar o risco de ataques cardíacos. O beta-caroteno em excesso, quando no organismo de um fumante, também pode aumentar as chances de que ele desenvolva câncer de pulmão. E esses são apenas alguns exemplos. Não há provas conclusivas de que as multivitaminas façam bem ao organismo. O que os especialistas dizem é que não há motivo para parar de tomar essas vitaminas, mas também não há motivo para começar.

7. ASPIRINA DIÁRIA

Sua avó já te disse que se você tomar uma aspirina todos os dias você nunca vai ficar doente? Não acredite nela. Na verdade isso até pode funcionar para pessoas doentes, mas se você está saudável é melhor comer uma maçã – pelo menos de acordo com os médicos. Uma dose diária de aspirina pode prevenir ataques cardíacos em pessoas que já sofrem de doenças coronárias ou risco de derrame. A substância faz com que as plaquetas de sangue não se juntem e que suas veias não fiquem bloqueadas tão facilmente. Mas, muitas vezes, é bom que as plaquetas se juntem, principalmente se você espera que um corte qualquer cicatrize normalmente. Então a dica é que pessoas com doenças coronárias façam o “tratamento” com aspirinas, mas não pessoas saudáveis.

[Live Science]

http://hypescience.com/27664-7-dicas-de-saude-que-voce-deve-esquecer/

HYPESCIENCE