sábado, 25 de setembro de 2010

Novo comentário sobre Florence Nightingale. Anónimo deixou um novo comentário na sua mensagem "Florence Nightingale":


A Enfermagem deve seguir o exemplo de Florence e mostrar o poder do cuidado de enfermagem, não pelo status, mas pelo sujeito que é cuidado e pelo sujeito que cuida.

Obs: Um detalhe é o erro da imagem da lâmpada - tipo Aladim - a lâmpada utilizada ór ela foi a lâmpada comum na época da Guerra da Criméia. Outra obs.: o dia que a Enfermagem reconhecer o discurso de Florence de que não devemos cuidar por sermos enfermeiras, mas somos enfermeiras porque cuidamos, estaremos rumo ao reconhecimento interno da própria classe, pois, em algumas vezes,observo que é a própria Enfermagem que mais se prestigia, não os outros.

Raramente vc vê um médico caluniando, defamando outro médico. E assim também o é na fisioterapia, nutrição e outras áreas, coisa que na Enfermagem sempre ocorre. Sem contar o fato de que nos submetemos à baixo salaários porque queremos. Então, mesmo com baixo salário, a qualidade da nosa atuação deve superar as necessidades do cliente/paciente e não trabalhar face ao que nos é remunerado. Já ouvi várias vezes de trabalhadores de Enfermagem: "Eles fingem que me pagam e eu finjo que trabalho".

Isto é inadimissível no contexto de um ser Humano. Fora a inapropriação da contextualização de "humanização do cuidado". O cuidado "em si" é humano, do contrário é descuidado. Já dizia horta "Enfermagem é gente que cuida de gente e nesta impossibilidade ela se torna coisa que cuida de coisa". Então, sejamos Gente!!! E Feliz Enfermagem para todos que trabalham nesta área ou perto dela!!!!! Meus votos de estima e consideração pela Enfermagem Gente e meu pedido de "muda seu rumo" para quem não gosta de cuidar e ser cuidado, de pesquisar, gerenciar e ensinar em enfermagem.

Beijos para Teresa Tonini, Angelina, Nébia, Ilda Cecíla, Valquíria, Neli Berenice, Renata Martins, Enirtes Prates, Wellington, Fernando Porto, Sônia Sabino Bertha, Tânia(Xuxa), Antônio, Maria Elciana, Katiane, Vanuza, Viviane, Robson, Fabiano, Delmar, Gunnar, Daniel, Ádane, Evellyn, Tatá e tantos outros que fazem renascer à cada dia essa Enfermagem Feliz ao qual me refiro, co ética, zelo, compromisso, amizade, companheirismo e que se entregaram e se entregam sem medo de ser feliz e buscando contagiar as pessoas ao seu redor com toda esta tal felicidade.

Bjs, Dorvalina Catarina