quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Sokunshinbutsu: os monges auto-mumificados do Japão




Os Sokunshinbutsu foram monges budistas que foram transformados em múmias e até hoje são reverenciados por sua dedicação.

Eles são populares no nordeste do Japão, na província de Yamagato. Acredita-se que o ritual da mumificação dos Sokunshinbutsu tenha vindo da China.

É um processo longo que começa com os monges ainda vivos. Eles devem se provar, primeiramente, fazendo uma dieta de nozes e castanhas, que faz com que eles percam toda a sua gordura corporal – isso durante mil dias.

Na segunda parte do ritual, eles comem apenas raízes de pinheiros e tomam um chá venenoso, feito das sementes de uma árvore chamada urushi. O chá causa vômitos e perda de fluidos corporais – e essa parte do ritual também dura mil dias.

Finalmente o monge se tranca em uma pequena tumba de pedra, com espaço suficiente apenas para que ele fique na posição do lótus. A tumba possui apenas uma saída de ar, para que ele respire. O monge fica tocando um sino, todos os dias, para que as pessoas saibam que ele está vivo. Quando o sino para de tocar a tumba é selada, já que as pessoas assumem que o monge morreu.

Pode parecer loucura, mas os monges acreditavam que, ao fazer isso, eles ascendiam ao status de Buda, e eram reverenciados após sua morte – essa era recompensa suficiente para eles.

Até se tornar proibido, no século XVIII, acredita-se que centenas de monges tentaram passar pelo processo, mas a grande maioria falhou. Até agora, apenas 24 múmias Sokunshinbutsu foram descobertas no Japão. [OddityCentral]

http://hypescience.com/sokunshinbutsu-os-monges-auto-mumificados-do-japao/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE