terça-feira, 26 de maio de 2009

Como cuidar dos seus olhos (7)


Por Donald Patten, M.D. - traduzido por HowStuffWorks Brasil

A limpeza meticulosa pode ajudar a prevenir essa doença. O tratamento imediato é também crítico. Se a blefarite se instalar devido a uma infecção, o tratamento poderá ser um antibiótico. Se a causa for uma alergia (à maquiagem para os olhos por exemplo), o uso da substância que está causando o problema deve ser interrompido. Se houver descamação das sobrancelhas e couro cabeludo, o médico pode recomendar um xampu ou creme para passar no local. A blefarite causada por piolhos pode também ser tratada pelo médico.

Um passo que você pode dar em conjunto com os outros tratamentos mencionados, é limpar a área com uma solução feita a partir de um xampu neutro para bebês. Dissolva uma pequena quantidade do xampu na água e use-o para limpar as pálpebras com um cotonete.

Pode ser difícil se livrar de todos os tipos de blefarite, e ela é com freqüência é recorrente. Felizmente a variedade não ulcerosa não causa danos permanentes, mas o tipo ulceroso, quando ocorre freqüentemente, pode causar cicatrizes nas pálpebras, perda de sobrancelhas e mesmo úlceras na córnea.

Conjuntivite

A conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, a membrana delicada que reveste a superfície interna da pálpebra e cobre a superfície exposta do olho. As crianças são mais afetadas que os adultos.

As causas comuns da conjuntivite são bactérias e vírus. Alergias, substâncias químicas, poeira, fumaça, exposição ao cloro das piscinas e objetos estranhos que irritam a conjuntiva podem também levar a essa condição. Ocasionalmente, uma doença sexualmente transmissível pode causar conjuntivite.
Bebês e conjuntivite
Normalmente são colocadas gotas de antibióticos nos olhos de recém-nascidos logo após o parto, para prevenir o desenvolvimento de uma conjuntivite que possa danificar gravemente seus olhos. A conjuntivite geralmente não é uma doença séria e pode ou não exigir cuidados médicos. Mas há uma exceção importante: sempre que a conjuntivite aparecer em um recém-nascido, deve-se buscar tratamento imediatamente. A visão do bebê pode estar em risco.

Os sintomas da conjuntivite incluem:
olhos vermelhos, uma sensação de aspereza, queimação, coceira, sensibilidade à luz
Às vezes os olhos ficam lacrimejantes ou com pus. Os sintomas podem durar alguns dias ou mesmo algumas semanas. Geralmente, a conjuntivite não produz danos permanentes, mas se não for tratada a infecção pode causar problemas mais sérios nos olhos, como úlceras na córnea, prejudicando a visão.

O tratamento depende da causa do problema. Se for ambiental, por exemplo, remover o objeto irritante pode ser suficiente. Para casos provocados por infecção bacteriana, um médico podem prescrever um medicamento. Se for uma conjuntivite viral, que pode vir acompanhada de dor de garganta ou coriza, geralmente vai sarar sozinha dentro de duas semanas.

Ao lidar com uma conjuntivite, é de grande ajuda proteger os olhos de luzes intensas e fumaça. As pálpebras podem ser lavadas com água morna, para retirar o pus. Para aliviar o olho inflamado, aplique uma compressa fria.

Algumas formas infecciosas de conjuntivite são altamente contagiosas. Assim, indivíduos que estejam com ela não devem compartilhar toalhas e lenços com outras pessoas. Se apenas um olho estiver com conjuntivite, tenha o cuidado de não passar para o outro. Se você tocar o olho infectado, lave suas mãos com água e sabão. Na verdade, como tocar os olhos é geralmente um movimento inconsciente, você deve lavar as mãos com freqüência durante o curso do problema, achando que colocou a mão no olho ou não. É particularmente importante que pacientes que trabalham com crianças ou com pessoas doentes fiquem longe do trabalho até que a condição se resolva.

Descolamento de retina

Normalmente, a retina fica firmemente presa à coróide, uma camada subjacente de tecido que é rica em vasos sangüíneos. Se acumular uma determinada quantidade de sangue ou outros fluidos entre a retina e a coróide, a retina pode ficar parcialmente ou totalmente descolada.

Os sintomas iniciais de um descolamento de retina incluem ver pontos escuros ou traços de luz flutuando e um embaçamento da visão. Isso pode ocorrer subitamente ou gradualmente. À medida que a condição progride, uma cortina ou véu parecem cair sobre parte ou todo o campo de visão. Para proteger sua visão, você deve buscar atendimento médico imediatamente caso estes sintomas se desenvolvam.

Cirurgia de catarata, miopia grave e traumas, podem causar descolamento de retina. As condições que aumentam a susceptibilidade para esse problema são inflamações ou tumores nos olhos, pressão arterial elevada e hemorragia (sangramento) dentro do olho.

Os procedimentos de tratamento incluem, entre outros, fusão a laser e cirurgia. Se não for tratado, o descolamento pode piorar e por fim levar a cegueira.