sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Cegueira: Farmacêutico e técnica de farmácia vão a julgamento


O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa comunicou hoje que o farmacêutico e a técnica de farmácia, acusados de terem provocado a cegueira de seis pessoas no Hospital de Santa Maria em julho de 2009, vão a julgamento.
O juiz Avelino Frescata entendeu que Hugo Dourado e Sónia Baptista devem ser julgados pela prática de seis crimes de ofensa à integridade física grave, na forma de dolo eventual.
A acusação aos dois técnicos de saúde foi deduzida pelo Ministério Público em meados de dezembro de 2009, seis meses depois do incidente que provocou a cegueira a seis doentes -- dois perderam a visão por completo e os restantes apenas num olho.
Diário Digital / Lusa
Imagem: almaperdida.blogs.sapo.pt