domingo, 20 de fevereiro de 2011

Seu corpo pode prever o tempo


Tem gente que pode sentir quando vai chover nos próprios ossos. Esse é o caso de Robyn Nichols, que tem artrite reumatóide desde os 2 anos e agora, com 37, é capaz de perceber uma mudança no tempo até dois dias antes que aconteça.

Apesar de alguns aspectos positivos, como sempre saber quando carregar um guarda-chuva, esse tipo de sexto sentido tem um preço: dores nas articulações e dificuldade de movimentação.

E o que faz as pessoas com a doença tão espertas em prever o tempo? Segundo especialistas, uma mudança repentina na pressão barométrica, ou o peso do ar, faz as articulações incharem.

Este inchaço é especialmente doloroso para as pessoas que sofrem de artrite, devido à quantidade de pressão e fluidos em suas articulações. Quando as articulações inflamam, qualquer fluido diminui a amplitude de movimento do doente.

Por exemplo, Robyn, que vive em Illinois, EUA, está acostumada ao frio, mas não a nevasca. Por causa de uma onda que atingiu recentemente o Centro-Oeste, ela não pode sair de casa por uns dias.

O tempo não tem efeito apenas nas pessoas com artrite. Alterações na pressão barométrica causam dor em pessoas que sofrem de sinusite, trombose venosa profunda (coágulos de sangue) e enxaquecas.

No caso das pessoas com sinusite, metade dos pacientes pode prever o tempo com base em quando eles começam a sentir dor. Começa com um pouco de dor facial, e pressão nos seios. Então as pessoas se tornam sensíveis à luz.

Segundo os médicos, embora a melhor opção de um paciente quando confrontado com uma enxaqueca induzida pelo clima seja apenas “enfrentar a tempestade”, existem medidas que as pessoas podem tomar quando sentem as dores. Por exemplo, não tomar atitudes que desencadeiam ou pioram enxaquecas, como tomar vinho tinto, não pular refeições, dormir regularmente, se hidratar e se exercitar regularmente.

Outra vítima do clima de inverno são as pessoas com osteoartrose. Em todos esses casos, muitas das pessoas que são negativamente afetadas por mudanças climáticas acreditam que se mudar para um local com clima mais constante vai ajudar a diminuir os sintomas.

Infelizmente, os médicos afirmam que não é tão simples. As pessoas geralmente se sentem melhor em temperaturas mais quentes, mas as tempestades podem acontecer em qualquer lugar.

No entanto, climatologistas afirmam que algumas regiões são mais favoráveis para as pessoas que vivem com doenças como artrite. Por exemplo, nos EUA, é muito incomum que um sistema de baixa pressão intenso atravesse o Arizona ou Novo México, que são protegidos por montanhas. E mesmo no verão, as maiores mudanças como furacões e tempestades tropicais estão suficientemente longe dessas regiões. Tudo isso oferece aos pacientes mais movimento e menos dor, o que pode sinceramente valer a pena. [CNN]

http://hypescience.com/seu-corpo-pode-prever-o-tempo/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

Hypescience