Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Estudo mostra como identificar um falso pedido de desculpas


A pesquisa foi realizada para auxiliar juízes e jurados, mas com certeza muitos pais vão tentar aplicar o estudo dos cientistas canadenses. Recentemente, eles descobriram que existem maneiras de verificar se uma pessoa está sinceramente arrependida ou se está apenas fingindo – mas você deve estar presente no momento do pedido de desculpas.

Liderados pelo pesquisador Leanne ten Brinke, da University of British Columbia, aproximadamente 31 estudantes universitários foram convidados a descrever um evento em que se sentiam intensa e verdadeiramente arrependidos, enquanto estavam sendo filmados. Em seguida, os mesmos voluntários deveriam descrever um episódio de traição pelo qual não sentiam nenhum remorso, mas agindo como se o sentissem.

Quando os pesquisadores compararam os dois conjuntos de gravações, eles perceberam grandes diferenças entre as duas situações. Pessoas que não estão realmente arrependidas tendem a mostrar maior oscilação de humor – de arrependido para feliz, por exemplo. As pessoas com remorso sincero, ao contrário, passam por um estágio de humor neutro antes de mostrar qualquer sinal de felicidade. Além disso, quem finge culpa também tende a falar com maior hesitação. Se você ouvir muitos “ahhmm” e “hmmm” entre as palavras, não é um bom sinal.

O objetivo do trabalho foi o de ajudar juízes, jurados e membros de conselhos de liberdade condicional a determinar quem realmente está arrependido. Mas todos nós temos a nossa chance de experimentar as descobertas, não é? [msnbc]

http://hypescience.com/estudo-mostra-como-identificar-um-falso-pedido-de-desculpas/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

Hypescience