sexta-feira, 11 de maio de 2012

Moçambique. Mais de 6 milhões de redes mosquiteiras distribuídas em todo país


Maputo (Canalmoz) - O Ministério da Saúde está a distribuir gratuitamente cerca de seis milhões de redes mosquiteiras  em todo o país, no âmbito de combate à malária.
O facto foi revelado à nossa Reportagem pelo director nacional de Saúde Pública, Mouzinho Saide.
Mouzinho explicou que os principais beneficiários do referido número de redes mosquiteiras são as mulheres grávidas e crianças com idades compreendidas entre zero e cinco anos, devido a sua vulnerabilidade para contrair esta doença tida como uma das principais causas de mortalidade em Moçambique.
“Com estas redes, pretendemos defender as pessoas contra as picadas de mosquitos,  principais vectores da malária”, disse o director da Saúde Pública.
Dados do Ministério da Saúde apontam que mais de cinco mil pessoas morrem por ano em Moçambique devido à malária.
Para reverter este cenário, as autoridades moçambicanas de Saúde, para além de distribuir gratuitamente redes mosquiteiras, têm vindo a  intensificar outras medidas de prevenção contra a malária.
Entre várias medidas, o destaque vai para as campanhas de pulverização inter domiciliárias onde os agentes da saúde procuram evitar abundância de mosquitos no interior e fora das residências. (Raimundo Moiane)
Imagem: Mãe com o seu filho na rede mosquiteira
quivismo.blogspot.com