Por favor salvem esta menina. Apelo de Viana. Angola. Filha de 5 anos de idade que acerca de 2 anos está doente com Neoplasia Vesical (um tumor maligno na zona genital). O pouco que cada um pode dar já é muito para quem precisa, não precisamos ter muito para ajudar. Se cada um de nós depositar um pouco podemos ajudar a salvar a vida dessa menina. Quem puder ajudar pode depositar na conta: 000005001760033 ou IBAN A006.0034.0000.0500.1760.0334.1 de Lidia Manuel no banco Millenium

sábado, 12 de maio de 2012

“Time” reacende polémica sobre amamentação


Para chocar ou para informar, eis uma das muitas questões levantadas pela capa de maio da revista norte-americana “Time”, na qual uma mãe amamenta o filho de três anos, que aparece na foto de pé e empoleirado num banco para chegar à mama. “És suficientemente mãe?, titula a “Time”.

A mãe da foto, Jamie Lynne Grumet, de 26 anos, conta à revista que ela própria foi amamentada até aos seis anos e que já desistiu de defender a sua opção perante estranhos que consideram o facto de ainda dar de mamar ao filho motivo para a denunciar junto das autoridades.

“As pessoas têm de perceber que é biologicamente normal”, diz, à “Times”. “Quanto mais o virem, mais normal se tornará na nossa cultura. E é o que eu espero. Eu quero que as pessoas vejam”.

Na internet e fora dela, há quem questione os motivos que levaram a “Time” a fazer capa com uma mulher tão bonita quanto  Jamie Lynne Grumet, recuperando um tema em discussão há já vários anos e as opiniões de um guru da pediatria, defendidas em livro há mais de 20 anos.

As opiniões extremaram-se ou não fosse a América a falar e a indignar-se. Bobbi Miller, mãe de seis crianças, condenou a revista e a opção de Jamie. “Até as vacas sabem quando desmamar as suas crias”, escreveu no Twitter. “Por que é que tem de ser visto? Está no limiar do voyerismo”, considerou.

Já Bettina Forbes, co-fundadora da organização “Best for babes”, promotora da amamentação, desejou que a capa da “Times” torne a América “menos nojenta” em relação à amamentação dos bebés em qualquer idade. “Já há muito que falamos destas questões”, disse.

Nas páginas interiores, a “Times” recupera as ideias do médico Bill Sears, um guru da pediatria, autor do “Livro do Bebé”, há 20 anos. O especialista defende que os pais devem manter laços estreitos com os filhos até idades avançadas e que, para isso, as mães devem prolongar a amamentação e partilhar a cama com os filhos.

O debate está relançado, nos EUA e na internet.
http://www.jn.pt/blogs/emletramiuda/archive/2012/05/11/time-reacende-pol-233-mica-sobre-amamenta-231-227-o.aspx