sexta-feira, 5 de novembro de 2010

No futuro, você poderá apagar suas memórias ruins


Se você teve uma noite horrível ontem, da qual gostaria de esquecer, não se preocupe. Em breve, você poderá. Recentemente, pesquisadores descobriram que, ao remover uma proteína específica em uma parte específica do cérebro, eles podem apagar permanentemente as memórias traumáticas em um nível molecular.

Os cientistas da Universidade John Hopkins já conseguiram apagar memórias traumáticas do cérebro de ratos. A equipe usou sons altos e repentinos para assustar os ratos, e descobriu que a amígdala, a parte do cérebro conhecida por causar o que se chama de “condição de medo”, mostrou a maior atividade durante o experimento.

Quando ocorre um evento traumático, a amígdala cria uma memória de medo que pode durar uma vida inteira e ter um efeito debilitante sobre a vida de uma pessoa. Os cientistas também examinaram as proteínas nas células nervosas e encontraram um aumento na quantidade de proteínas cálcio-permeáveis.

As proteínas eram excepcionalmente instáveis e removíveis nas células nervosas. Os pesquisadores acreditam que, através da remoção das proteínas e do consequente enfraquecimento das conexões no cérebro, criadas pelo trauma, eles poderiam apagar a memória ruim.

Agora, o próximo passo dos pesquisadores é desenvolver uma droga que também funcione em seres humanos, já que a descoberta descreve os mecanismos celulares e moleculares envolvidos neste processo e levanta a possibilidade de manipular tais mecanismos com remédios que melhorem a terapia comportamental para condições como o transtorno de estresse pós-traumático.

Segundo os pesquisadores, apesar de soar como ficção científica, o medicamento pode um dia ser aplicado para o tratamento de memórias debilitantes e de medo nas pessoas, como a síndrome de estresse pós-traumático associada com guerra, estupro e outros eventos. [DailyTech]

http://hypescience.com/no-futuro-voce-podera-apagar-suas-memorias-ruins/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE