terça-feira, 16 de novembro de 2010

Serviços de saúde das FAA implementa projecto para combate à diabete


Luanda - A direcção principal dos Serviços de Saúde do Estado Maior General Forças Armadas Angolanas vai dentro em breve elaborar programas com vista diminuir a morbilidade e mortalidade devido a diabetes no exército nacional, anunciou hoje, terça-feira, em Luanda, a tenente coronel, médica Sabrina Coelho da Cruz.

http://www.portalangop.co.ao/motix/pt_pt/noticias/saude/2010/10/46/Servicos-saude-das-FAA-implementa-projecto-para-combate-diabete,b8f69a7b-9e9e-47ae-bcf7-cf3924db990f.html

A elaboração destes programas surge, segundo a médica dos Serviços de Saúde das Forças Armadas, em consequência dos casos elevados que se tem registado nos últimos tempos nos rastreios feitos aos efectivos militares e também a outras pessoas.

De acordo com Sabrina Coelho da Cruz, que falava à Angop e a Rádio Nacional de Angola, no quadro do dia mundial da diabetes mellitus, que se assinalou a 14 do corrente, os serviços de saúde das FAA estão bastante preocupados com os números desta doença.

Explicou que no rastreio feito no inicio deste mês num grupo de militares foram detectados 1.304 casos.

Em alusão a data esta instituição militar realizou hoje, nesta capital no Estado Maior do Exército, uma conferência científica onde os participantes discutiram aspectos relacionados com diabetes o desafio do século, prevalência da diabetes nas FAA - estudo preliminar, nutrição e diabetes e complicação crónicas de diabetes: que perspectivas.

A conferência, em que os oradores principais foram militares médicos das FAA, teve como objectivo geral prevenir e controlar a diabetes mellitus com a finalidade de se reduzir a sua morbilidade e mortalidade entre os efectivos.

Implementar acções de prevenção e atenção primária da diabetes mellitus a nível das unidades militares e instituições sanitárias das Forças Armadas Angolanas, bem como promover o conhecimento sobre os factores de risco da doença, com vista a melhorar a troca de atitude e comportamentos em relação aos doentes, são também uma das metas do encontro que termina ainda hoje.

Imagem: opais.ne