sábado, 20 de setembro de 2014

Alemanha e França preparam ponte aérea para região afetada pelo ebola





Governo alemão vai apoiar Cruz Vermelha financeiramente e preparar hospital móvel

http://noticias.r7.com/saude

As forças armadas da Alemanha e da França preparam a criação em curto prazo de uma ponte aérea para transportar ajuda de emergência aos países mais afetados pela epidemia de ebola, um projeto no qual participarão 100 soldados e dois aviões de transporte germânicos.
O Ministério das Relações Exteriores alemão informou desta iniciativa conjunta em comunicado no qual explica que a base logística para esta ponte aérea poderia ser instalada em Dacar, capital do Senegal. A previsão é que se dirijam para esse país dois aviões de transporte tipo Transall e que 100 militares deem cobertura à missão. "Outros países podem fazer parte desta cadeia logística", ressalta o comunicado do ministério.
Junto a esta iniciativa, o governo alemão apoiará a Cruz Vermelha financeira e logisticamente para preparar um hospital móvel de mais de 200 camas e dois pontos de assistência sanitária básica na região. Segundo o comunicado, as forças armadas estão prontas para enviar à região um hospital militar com capacidade para 50 pacientes.
O Executivo de Angela Merkel, que recebeu uma carta pessoal da presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, pedindo ajuda urgente, se compromete ainda a enviar equipamento médico, remédios e alimentos às áreas mais afetadas e a formar pessoal sanitário no terreno, sempre em coordenação com Nações Unidas e a comunidade internacional.
— Vamos atuar com toda rapidez e forneceremos quanto esteja em nossas mãos – disse a chanceler em entrevista coletiva na quarta-feira passada, quando qualificou a situação da Libéria de "dramática".
Imagem: Angela Merkel qualificou situação da Libéria de "dramática" Reuters/James Giahyue