sábado, 13 de setembro de 2014

Ebola pode sofrer mutação, ser transmitido pelo ar e atingir mais de 22 milhões, afirmam especialistas








Ebola pode sofrer mutação, ser transmitido pelo ar e atingir mais de 22 milhões, afirmam especialistas
Doença já matou mais de 2.400 pessoas na África Ocidental

http://noticias.r7.com

Após matar mais de 2.400 pessoas na África Ocidental, o ebola ainda coloca preocupa a população e também os especialistas. Segundo estudiosos, o que está acontecendo agora é apenas a ponta do iceberg. Virologistas dizem que o vírus ― que atualmente é transmitido pela secreção dos doentes― pode sofrer uma mutação e passar a se proliferar pelo ar, o que poderia colocar a vida de 22 milhões de pessoas em risco. As informações são do site Daily Mail  

Escrevendo para o New York Times, Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação em Doenças Infecciosas da Universidade de Minnesota, disse que esses especialistas estavam relutantes em discutir a possibilidade por medo de que a história vazasse para o público e causasse histeria
Mas o presidente da Agência de Proteção à Saúde do Reino Unido e professor da Escola de Higiene de Medicina Tropical de Londres, David Heymann, disse que é impossível prever como se dará a mutação do vírus
Osterholm adverte que vírus semelhantes ao ebola são conhecidos por se replicar e se reinventar
― Isso significa que o vírus, que primeiro apareceu na Guiné em fevereiro, pode ser muito diferente do que o que está agora invadindo a Nigéria, Congo e Camarões
Segundo Heyman, para o vírus se modificar, ele teria que desenvolver um novo sistema para se hospedar nos pacientes pelo sistema respiratório
― Não podemos prever o curso da doença, mas o melhor que podemos fazer é parar esse surto agora