domingo, 18 de abril de 2010

Cebola: uma alternativa natural para preservativos alimentares artificiais


Não estamos falando do bafo de cebola, que, com certeza, tem a capacidade de afastar uma gravidez indesejada, DSTs e também qualquer parceiro em potencial que cruze seu caminho. Muito menos desse tipo de preservativo.

A cebola é uma alternativa para os conservantes artificiais. Ela possui propriedades antioxidantes e antibacterianas que fazem com que seja possível usá-la como conservante. Pelo menos foi isso que professores da Universidade de Barcelona e da Catalunha demonstraram.

Os flavonóides da cebola também oferecem benefícios à saúde (flavonóides são compostos sintetizados por plantas) – eles seriam anti-inflamatórios, vasodilatadores e podem, até mesmo, prevenir o desenvolvimento de câncer – o que torna a comida “acebolada” ainda melhor. Há uma relação entre a presença de flavonóides e a capacidade antioxidante da cebola e, segundo os especialistas, as cebolas mais amareladas são as melhores.

Os flavonóides, aliás, são os mesmos compostos responsáveis pelas lágrimas e pelo cheiro da cebola quando é cortada. Como são muito voláteis, parte destes componentes são liberados quando acontece o atrito e o corte.

A cebola é um dos vegetais mais cultivados no planeta (66 milhões de toneladas foram colhidas em 2008) e é um dos principais ingredientes da dieta mediterrânea. Aparentemente, aqueles que não gostam muito de comida acebolada devem repensar suas dietas.

Fonte: Science Daily

http://hypescience.com/cebola-uma-alternativa-natural-para-preservativos-alimentares-artificiais/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE