quarta-feira, 28 de abril de 2010

Pâncreas artificial funciona em 11 pacientes


Testes em pacientes mostraram que o pâncreas artificial, que monitora os níveis de açúcar do sangue e libera insulina no organismo, fez com que o nível de açúcar em seus corpos ficasse normal por mais de 24 horas.

O sistema é formado por um monitor de glicose, duas bombas e um laptop e é feito para imitar da forma mais realista o corpo humano controlando tanto níveis altos de açúcar quanto níveis baixos.

Em testes anteriores de outros tipos de pâncreas artificial os pacientes acabavam com baixo nível de açúcar no sangue invariavelmente – estado conhecido como hipoglicemia. Adicionar pequenas doses de glucagon (um hormônio liberado pelo pâncreas para normalizar o açúcar do organismo) resolveu o problema dos cientistas e eles conseguiram criar esse sistema que é bem mais efetivo para pacientes de diabetes.

Todos os 11 adultos que participaram dos testes obtiveram bons resultados, não sofreram hipoglicemia e estavam sendo submetidos a uma dieta de carboidratos.

Os primeiros testes revelaram que os diabéticos processavam o açúcar muito mais devagar do que se achava, mas pequenos ajustes no computador resolveram o problema.

A pesquisa mostra que os cientistas estão definitivamente no caminho certo para criar um pâncreas artificial “autônomo”, que possa ser implantado no corpo de um paciente.

Fonte: Reuters

http://hypescience.com/pancreas-artificial-funciona-em-11-pacientes/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE