sexta-feira, 27 de julho de 2012

Os mais velhos dormem melhor


Muitos estudos apontaram, no passado, que pessoas mais velhas tendiam a ter pior sono. Essa crença pode ser falsa: na verdade, o inverso pode ser verdadeiro.
Pesquisadores americanos entrevistaram mais de 150.000 adultos que sugeriram que a qualidade do sono fica melhor com a idade. Pessoas na faixa dos 80 anos relataram o melhor sono.
Um pesquisador do sono do Reino Unido disse que, embora problemas de saúde possam afetar o sono, é um “mito” que a idade por si só seja um fator para a qualidade do sono.
E, enquanto as universidades têm equipamentos que podem medir a duração do sono e distúrbios em voluntários de estudo, isso nem sempre corresponde a própria opinião do voluntário sobre a qualidade de sua noite de descanso.
A nova pesquisa focou-se em perguntar a um grande número de pessoas selecionadas aleatoriamente sobre o seu sono. Fatores como raça, renda, educação, humor e saúde geral foram levados em conta.
Depressão e outros problemas de saúde estavam ligados à má qualidade do sono, mas uma vez que os pesquisadores ajustaram os resultados para compensar isso, surgiu um padrão diferente de outros estudos.
Os pesquisadores descobriram que as queixas sobre má qualidade do sono caiam conforme a idade aumentava, com o menor número de queixas provenientes das pessoas com mais de 70 anos. A única exceção a esta tendência foi a idade média (40 anos), onde a qualidade do sono era a mais pobre.
A razão inicial para a criação do estudo foi confirmar o exato oposto – de que a qualidade do sono diminuía na velhice. Os resultados obrigaram os cientistas a repensar o que sabem sobre sono.
Uma possibilidade é que os idosos de fato tem sono pior, mas simplesmente se sentem melhor sobre isso (acham que tem melhor sono). Ou seja, mesmo que o sono entre os mais velhos realmente piore, os sentimentos sobre ele melhoram com a idade.[BBC]