sábado, 24 de outubro de 2009

Cirurgia no cérebro menos invasiva no HSE


JB ONLINE

RIO - Tornar as cirurgias no cérebro cada vez menos invasivas já é uma realidade no Brasil. O Hospital de referência em neurocirurgia no Rio, o HSE, já está equipado com microscópio cirúrgico, neuronavegador (que permite localizar com precisão lesões profundas no cérebro), aspirador ultrassônico (que tritura e aspira tumores diminuindo o sangramento e o tempo cirúrgico), endoscópio (que permite o acesso ao cérebro através do nariz, acelerando a recuperação do paciente)

- E, sobretudo, possuímos o Centro Integrado de Tratamento de Dores Crônicas. Em alguns casos, com os equipamentos disponíveis é possível o tratamento endovascular dos aneurismas cerebrais, evitando assim a cirurgia convencional - explica o Chefe de Serviço de Neurocirurgia do HSE, José Carlos Lynch.

O ambulatório de neurologia e neurocirurgia do HSE funciona 24 h com cerca de 300 atendimentos ambulatórias e mais de 500 consultas por mês. São 35 leitos para internação hospitalar. Os serviços mais procurados são o de cirurgias para tumor cerebral, aneurismas, hidrocefalia e hérnia de disco.

15:44 - 03/10/2009