sábado, 31 de outubro de 2009

Prejuízos do tabagismo para a saúde. No sexo masculino, o cigarro pode levar à impotência sexual




A começar pela expectativa de vida do indivíduo, o tabagismo é extremamente danoso. Aquele indivíduo que fez uso do tabaco durante toda a vida apresenta uma expectativa de vida de, em média oito anos menos do que o não tabagista.

http://mlourdes12.blogspot.com/

Do ponto de vista do tegumento, o fumo provoca o envelhecimento da pele, com a perda de elasticidade da mesma. Também o fumo contribue para a diminuição do brilho da epiderme.
É notória também a influência maléfica do fumo sobre o aparelho respiratório, levando com o passar do tempo à bronquite crônica tabágica, ao enfizema pulmonar e ao tumor maligno do sistema respiratório

No que se refere ao aparelho cárdio-vascular, o dano sobre as artérias é extenso, levando à trombose, à arterioesclerose, ao infarto do miocárdio, à tromboangeíte obliterante, às necroses teciduais e à perda e amputação de membros.

Os pulmões dos indivíduos não fumantes, submetidos à anatomopatologia, apresentam aspecto róseo, ao passo que o tecido pulmonar do tabagista é acinzentado, mostrando, aqui e ali, nódulos que lembram incrustações de carvão.

Também na cavidade oral, os prejuízos do tabaco se apresentam e vão desde o escurecimento do esmalte dos dentes até o câncer bucal.
No sexo masculino, o cigarro pode levar à impotência sexual, da mesma forma que o álcool também produz este distúrbio.

O câncer labial está diretamente relacionado ao cigarro, sendo o tabaco mesmo a maior etiologia de tumor maligno labial.