quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Humor. Casos médicos quase verdadeiros…




- Doutor, quando eu era solteira tive que abortar 6 vezes. Agora que casei, não consigo engravidar.
- É muito comum. Seu caso é que você não reproduz em cativeiro.

- Doutor, tenho tendências suicidas. O que faço?
- Em primeiro lugar, pague a consulta.

A senhora chega ao hospital e pergunta:
- Doutor, sou a esposa do Zé, que sofreu um acidente; como ele está?
- Bem, da cintura para baixo ele não teve nem um arranhão.
- Puxa, que alegria. E da cintura para cima?
- Não sei, ainda não trouxeram essa parte.

Após a cirurgia:
- Doutor, entendo que vocês médicos se vistam de branco. Mas por que essa luz tão forte?
- Meu filho, eu sou São Pedro.

No psiquiatra:
- Doutor, tenho complexo de feia.
- Que complexo que nada.
- Doutor, o que eu tenho?
- Não sei, mas em caso de dúvida vamos descobrir na autópsia.

Na farmácia, o sujeito entra correndo:
- Rápido, me dê um remédio para diarréia.
Uma hora depois, o farmacêutico verifica que errou e entregou um forte calmante.
Mais uma hora, chega o paciente. O farmacêutico pergunta:
- Como você está?
- Todo cagado, mas calminho, calminho…

Meu médico é um incompetente. Tratou do fígado de minha esposa por 20 anos, e ela morreu do coração.
O meu é muito melhor. Se te trata do fígado, você morre do fígado.

A velha no consultório do gastro:
- Doutor, vim aqui para que o senhor me tire os dentes.
- Mas minha senhora, não sou dentista, sou gastro. E vejo que a senhora não tem nenhum dente na boca.
- É claro. Engoli todos.

Um psicanalista no consultório de outro:
- Doutor, venho ao colega para me aconselhar em um caso impossível.
- Qual?
- Estou atendendo um argentino com complexo de inferioridade!
http://www.stickel.com.br/atc/humor/1866


Dois casos médicos

- Alô, doutora. Posso lhe incomodar?
- Pode...
- Eu fiz uma Ultra-Sonografia. Tá tudo bem, inclusive no Doppler do bebê e da placenta. O bebê está bem oxigenado. Nenhum problema foi detectado.
- Que bom, mas por me ligou?
- Porque a médica disse que meu bebê tem circular de cordão!!!
- Isso é normal.
- Mas ela me disse que o cordão pode ser comprimido!!!
- A troco de que esta dona falou isso???
- Sei lá! Ela ficou falando que o bebê está com uma perna aqui a outra lá no espaço, que ele pode ficar tortinho e que a circular pode ser apertada e o bebê perder a oxigenação sanguínea!
- É mesmo?...
- Que que eu faço?!
- Bem, você não vai fazer nada - nem eu, pois, pelo que disse, o bebê está muito bem... Por outro lado, a médica também não fez absolutamente nada, a não ser lhe apavorar.
- Mas pode acontecer algo com o bebê?
- Raramente. Você está com 33 semanas. O cordão daqui a cinco minutos pode estar em outra posição. Mesmo que fique assim por todo o resto da gravidez, sua gestação pode evoluir normalmente . Se não tiver contrações, e já que vai fazer cesareana, não vejo problemas.
- Mas se acontecer alguma coisa de repente?!
- Bem, pode acontecer, mas geralmente não acontece.
- Estou preocupada...
- Vou te mandar fazer o que tem que ser feito: esqueça e continue seu pré-natal...

Ontem ouvi de uma paciente grávida, que tem um diagnóstico recente de um grave distúrbio de coagulação, que a hematologista disse: “Seu problema é grave. Pode sangrar até morrer... Sua médica é boa? Vou mandar um bilhetinho pra ela, mas acho que deve marcar uma consulta com o obstetra de nosso serviço....”.

As duas profissionais mandaram as pacientes embora e acharam que fizeram a sua parte... profissional...

Leila Marinho Lage
25 de setembro de 2008
http://recantodasletras.uol.com.br/cronicas/1196851