quarta-feira, 8 de agosto de 2012

De Janeiro a esta parte. Cerca de 3 mil pessoas contraíram HIV/Sida em Gaza


Maputo (Canalmoz) – O índice de seroprevalência na província de Gaza, sul de Moçambique, tende a agravar-se a cada ano que passa. A título de exemplo, só de Janeiro a esta parte as autoridades sanitárias daquela parcela do país registaram um total de três mil novas infecções, o que torna a província cada vez mais no topo em termos de índice de seroprevalência no país.
Segundo o médico-chefe provincial de Gaza, Bartole Alface, os três mil novos casos fazem parte de um universo de 18 mil pessoas testadas voluntariamente em diversas unidades públicas daquele ponto do país durante o período em análise.
As 18 mil pessoas, de acordo com o médico-chefe provincial de Gaza, foram testadas no âmbito de uma campanha que está a ser desencadeada pelas autoridades sanitárias locais visando sensibilizar a população.
Dados epidemiológicos divulgados no ano passado pelo Ministério da Saúde (MISAU) indicam que a província de Gaza é a região com maior número de pessoas infectadas com HIV-Sida, com 25% de seroprevalência num universo de um milhão e trezentos habitantes.
O facto de a maioria dos homens da província de Gaza trabalhar nas minas da África do Sul, um dos países da região com maior índice de seroprevalência, tem sido apontado pelas autoridades sanitárias nacionais como uma das principais causas que fazem com que a província de Gaza tenha o maior número de pessoas infectadas com HIV/Sida em comparação com outras províncias.
Refira-se que neste momento o nível de seroprevalência em todo o país é de 11,2%, de acordo com os dados do Ministério da Saúde publicados no ano passado. (Raimundo Moiane)
Imagem: Era previsible. Con la crisis económica, se esperaba un recorte de los ...
antenamisionera.wordpress.com