quinta-feira, 10 de junho de 2010

Análises clínicas. Perguntas frequentes

Horário para a coleta de sangue:
P.: A coleta de sangue para realização de exames de rotina pode ser efetuada no período da tarde?
Classicamente, a melhor condição para coleta de sangue para realização de exames de rotina é o período da manhã, embora não exista contra-indicação formal de coleta no período da tarde, salvo aqueles parâmetros que sofrem modificações significativas no decorrer do dia (exemplo: cortisol, TSH, etc.). É recomendável que exista uma indicação no laudo, do horário em que foi realizada a coleta, evitando interpretação equivocada do resultado.

http://invitta.com.br/examesfaq.html

Menstruação e coleta de amostras:
P.: Durante o período menstrual pode-se fazer exame de sangue?
Sim. As mulheres podem realizar qualquer tipo de exame durante a menstruação. Mas, é importante informar ao atendente do laboratório e ao médico em que período do ciclo menstrual o exame foi colhido, pois neste período, ocorrem variações hormonais que precisam ser avaliados na realização do exame e na avaliação clínica feita pelo médico.

P.: Ocorre interferência nos exames de urina se a paciente estiver menstruada?
Sim, pois o sangue menstrual pode causar falsas interpretações de alguns exames. O ideal é não se coletar urina neste período, imediatamente antes ou logo após o término da menstruação.

Medicamentos e coleta de amostras:
P.: Posso tomar medicamentos durante o jejum?
Sim. Consulte sempre o seu médico antes e informe o laboratório com relação ao uso de medicamentos.

P.: Remédio pode interferir nos exames de laboratório?
Vários medicamentos interferem nos exames, por esse motivo, o uso de medicamentos deve ser informado ao atendente do laboratório. A suspensão do uso do medicamento para a realização do exame, somente poderá ser feita pelo médico. Quando não for possível ou não for necessário a suspensão do medicamento, tal fato será levado em consideração na interpretação clínica do resultado.

P.: O uso de vitaminas interfere nos resultados?
Sim, as vitaminas podem interferir em certos exames. Por exemplo, a vitamina C pode alterar algumas dosagens sanguíneas e urinárias. O uso de vitaminas deve ser evitado antes da coleta de exames. Consulte sempre seu médico antes de interromper qualquer tratamento, e informe ao atendente sobre a utilização de qualquer tipo de medicamentos.

Jejum e coleta de amostras:
P.: Exames de sangue devem ser sempre colhidos em jejum?
Nem todos os exames necessitam de jejum. O hemograma é um desses casos. Entretanto, o jejum é requerido para quase todos os exames, sendo de 4 horas para boa parte dos exames, de 8 horas para alguns exames e de 12 a 14 horas para triglicerídeos e frações do colesterol. O atendente do Laboratório está apto a informar quantas horas de jejum são necessários para a realização do exame.

P.: Água interfere no jejum?
Não. A ingestão de água suficiente para a hidratação normal não interfere no resultado de exame. O excesso pode interferir no resultado nos exames de urina e desidratação pode ocasionar aumento de alguns parâmetros, como eletrólitos, hematócrito, dentre outros.

P.: Pode-se tomar café e chás durante o jejum?
Não. Diferentemente da água, o café e os chás devem ser evitados durante o jejum, pois podem causar alterações em determinados exames. Portanto devem ser evitados, sejam puros, com adoçante ou açúcar.

P.: A ingestão de café é permitida antes da coleta?
Não. A cafeína pode induzir a liberação de epinefrina, que estimula a neoglicogênese, com conseqüente elevação da glicose no sangue. Além disto pode elevar a atividade da renina plasmática e a concentração de catecolaminas.

P.: Se o médico der uma informação diferente do laboratório, qual seguir?
As orientações fornecidas pelo laboratório servem como um padrão de orientação sobre as condições ideais para a realização de exames. Porém, o médico pode se deparar com situações que exijam condições especiais. Assim, sempre que o médico fizer uma recomendação especial, esta deve ser seguida, mesmo diferindo do laboratório. O ideal é que esta orientação venha escrita no pedido médico. Se a orientação não estiver escrita no pedido, o paciente deve informar ao atendente do laboratório.

P.: Exames que requerem o jejum, somente podem ser colhidos pela manhã?
Não necessariamente. Desde que seja cumprido o intervalo de jejum indicado, a maioria dos exames podem ser colhidos à tarde. Porém, alguns exames somente podem ser colhidos pela manhã, pois alguns exames sofrem variações fisiológicas durante o dia, como o Ferro, Cortisol, ACTH e TSH.

P.: Posso tomar medicamentos durante o jejum?
Sim. Consulte sempre o seu médico antes e informe o laboratório com relação ao uso de medicamentos.

P.: Crianças devem fazer o jejum para coleta de sangue?
O jejum em crianças lactentes não é recomendado. As demais crianças devem seguir a orientação do médico solicitante.

Fumo e coleta de amostras:
P.: Posso fumar antes de realizar um exame?
Não é recomendado fumar antes dos exames, pois pode ocorrer interferências em alguns exames, como na agregação plaquetária e glicose. Durante a realização da curva glicêmica o fumo é proibido.

P.: O fumo é permitido antes da coleta?
Não. O fumo pode elevar a concentração dos ácidos graxos, da adrenalina, do glicerol livre, da aldosterona, do cortisol, entre outros.

Álcool e coleta de amostras:
P.: Bebida alcoólica pode alterar resultados de exames?
Sim. O uso de bebida alcoólica pode elevar os níveis de triglicerídeos, enzimas do fígado como a gama glutamil transferase (GGT). Por isso, o ideal é a abstinência de qualquer tipo de bebida com teor alcoólico por pelo menos três dias antes da coleta.

Atividade física e coleta de amostras:
P.: Posso realizar atividade física antes de realizar exames?
Atividade física pode interferir em alguns exames, como por exemplo creatinina e glicose. Exames realizados após esforços físicos terão valores diferentes dos realizados em condições normais.

P.: Após uma coleta de sangue de rotina, qual o intervalo de tempo recomendado para iniciar a prática de um exercício físico ou retorno às atividades habituais?
A coleta de sangue não é procedimento impeditivo ou limitante para a prática de exercício físico. Importante ressaltar que cada caso deve ser avaliado individualmente, ficando a decisão final para o próprio paciente, ou a critério e orientação médica. A ingestão de alimento é necessária para encerrar o estado de jejum, antes da prática esportiva, sob o risco de hipoglicemia durante esta atividade.

Coleta de urina:
P.: A urina só pode ser coletada no laboratório?
O ideal é a coleta no laboratório, porém, pode-se fazer a coleta em casa, desde que sejam seguidos os critérios de higiene na coleta e que a urina seja encaminhada ao laboratório em menos de uma hora.

P.: Por que há orientação para desprezar o primeiro jato de urina quando vamos fazer esse exame?
O primeiro jato de urina carrega células e secreção que podem estar presentes na uretra. Quando se avalia uma possível infecção urinária é importante que o material analisado não esteja contaminado com material da uretra. Daí a necessidade de se desprezar o primeiro jato e coletar o jato médio, pois o jato médio, conterá material da bexiga.

P.: Devo sempre coletar a primeira urina da manhã?
Somente se seu médico solicitar, caso contrário, a urina poderá ser coletada em qualquer horário do dia, após permanecer pelo menos duas horas sem urinar. A urina deve ser coletada em frasco próprio,fornecido pelo laboratório.

Coleta de fezes:
P.: Como é o procedimento para coleta de fezes?
São necessárias fezes frescas coletadas no frasco apropriado, fornecido pelo laboratório. As fezes devem ser coletadas originalmente num recipiente limpo e a seguir transferidas para o frasco coletor, com ou sem líquido conservante, dependendo do pedido médico.
No caso de fezes sólidas ou pastosas, a quantidade ideal deverá corresponder a 5 colheres plásticas fornecidas com o frasco de coleta. Se as fezes estiverem aquosas, deve ser coletadas pelo menos 10 ml. Nunca encher o frasco.
Para o exame de cultura de fezes, deve-se utilizar um frasco estéril e um tubo com meio de transporte, fornecidos pelo laboratório.

P.: Após a coleta de fezes, em quanto tempo devo entregar o material no laboratório?
Para material coletado sem conservante, o ideal é entregar no mesmo dia, caso não seja possível, conservar em geladeira e entregar no máximo no dia seguinte.
Para material com conservantes, entregar no laboratório com prazo máximo de 05 dias. Não é necessário manter o frasco sob refrigeração.

P.: Por que são necessárias três amostras quando o médico solicita exame de MIF?
Poque, um número maior de amostras aumenta a possibilidade de se encontrar o parasito ou seus cistos, ovos ou larvas. Não há a necessidade das amostras serem coletadas em dias consecutivos, podendo ser em dias alternados. Mas, é importante que se colete um pequena amostra nestes dias e que as três amostras não ultrapassem o líquido.

P.: Meu intestino não funciona diariamente, posso usar laxante para coletar a amostra?
Não é recomendado o uso de laxantes para a realização do exame parasitológico de fezes.

P.: Posso coletar as fezes estando menstruada?
Sim, porém deve-se tomar o cuidado necessário para que o sangue não se misture com as fezes. Se o exame solicitado pelo médico for Pesquisa de Sangue Oculto, a amostra não deverá ser coletada durante o período menstrual.

P.: Se durante a coleta, as fezes se contaminarem com urina, há algum problema?
Sim, pois poderá ocorrer aceleração da fermentação bacteriana promovida pelo contato das fezes com a urina, o que prejudicara a conservação da amostra.