terça-feira, 15 de junho de 2010

Circuncisão ajuda a prevenir a contração de HIV


Um novo estudo mostrou que homens com circuncisão têm menos chances de sofrerem lesões no pênis causadas durante o sexo. Cortes, abrasões e outras lesões menores acontecem com menor freqüência – o que pode explicar porque homens que passaram pelo procedimento têm índices menores de contração de HIV.

Para o estudo, foram analisados 2800 homens, com idades entre 18 e 24 anos – metade foi circuncidada e a outra metade não. A análise desses sujeitos mostrou que a circuncisão reduz o risco de contração de HIV em 60%.

O estudo também mostrou que homens não circuncidados tinham 39% a mais de chance de sofrerem machucados “nas partes baixas”.

O HIV pode ser transmitido por sangue, então esses pequenos cortes e lesões que acontecem “lá” podem ser a porta de entrada para o vírus.

Outros dados mostraram que homens com mais de uma parceira sexual “regular” também tinham mais chances de “se machucarem” do que os monogâmicos.

No entanto é válido lembrar que a circuncisão, por si só, não previne a contração de HIV, então os métodos de prevenção serão sempre válidos. [Reuters]

http://hypescience.com/circuncisao-ajuda-a-prevenir-a-contracao-de-hiv/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE