sexta-feira, 4 de junho de 2010

Vírus do herpes bucal pode agravar esquizofrenia


Antes de falar da pesquisa em si, vale lebrar o que é a tal da esquizofrenia, palavra que os próprios psiquiatras devem aprender uma semana antes da formatura. É um transtorno mental, percebido pelos sintomas de delírio, alucinações e alterações no pensamento. Pois bem, uma pesquisa de uma escola médica dos Estados Unidos sugere que o vírus do herpes bucal pode ser parcialmente responsável pels problemas que antes eram totalmente atribuídos à doença.

Segundo eles, a culpa pela contração de outros sintomas (tais como diminuição do cérebro, perda da memória e diminuição na concentração e na destreza) não é da esquizofrenia, e sim do vírus. O nome do vilão é HSV-1, e o motivo é o fato de ele se reproduzir no cérebro.

E na verdade, segundo a pesquisa, o que causa os danos cerebrais não é o vírus HSV-1 em si, mas os anticorpos que os combatem (esses só são adquiridos pela pessoa quando contrai a doença e passa por tratamento). Para chegar a essa resposta, os médicos do instituto chamaram 40 portadores de esquizofrenia. Destes, 25 tinham anticorpos para o HSV-1 e 15 não o tinham. Eles foram submetidos a testes relacionados ao cérebro, e os não-portadores do anticorpo apresentaram melhores resultados.

Isso sugere que o vírus ataca diretamente o sistema nervoso, porque um exame de varredura cerebral mostrou que, de faqto, os pacientes que lutaram contra o vírus da herpes bucal tiveram redução real no volume do cérebro. É por essa razão que os médicos apontam ser importante tratar da herpes bucal com rapidez, atacando os vírus logo no início, para evitar danos maiores ao cérebro no futuro. [Live Science]

http://hypescience.com/virus-do-herpes-bucal-pode-agravar-esquizofrenia/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE