sexta-feira, 11 de junho de 2010

Peixes são afetados pela poluição sonora


Você já imaginou como seria o ambiente sonoro se você vivesse no fundo do mar? Provavelmente, um lugar tranquilo, com um silêncio quase absoluto, cortado apenas ocasionalmente pelo ruído de algum animal marinho, certo? Pois bem, hoje em dia não é isso que os peixes vivem. Com tanto barulho feito por plataformas de petróleo e gás, navios, barcos menores e sonares espalhados pelo mundo, criou-se um ambiente barulhento debaixo d’água.

Não é uma influência desprezível. A interferência dos sons marinhos nos peixes afeta sua capacidade de reproduzir, comunicar-se e evitar os predadores. Este último motivo é simples: algumas espécies dependem totalmente da audição para perceber o movimento de um predador e, ouvindo o perigo com antecedência, têm alguma chance de escapar. Para se comunicar, o mesmo problema, já que o sonar é um instrumento de ondas cuja frequência pode interferir naquela que abrange a audição dos peixes.

E o som externo pode também atrapalhar na reprodução dos peixes. Como? Fazendo com que eles tenham dificuldades em encontrar parceiros ou os locais mais adequados para desova. É claro que ainda não existe uma situação de “caos sonoro submarino”, mas a tendência para os próximos anos não é uma diminuição do barulho… [BBC]

http://hypescience.com/peixes-sao-afetados-pela-poluicao-sonora/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE