terça-feira, 15 de junho de 2010

Quer reduzir o colesterol? Chocolate é uma boa, mas vá com calma


O chocolate pode ser um bom aliado para aqueles que enfrentam problemas com colesterol LDL, o chamado “colesterol ruim”, que é um dos principais causadores de problemas cardíacos. Um estudo divulgado em março, realizado com 19.300 pessoas, comparou consumidores com não-consumidores de chocolate. Os comedores de cacau apresentaram, em geral, regularização na pressão arterial e menor probabilidade de sofrer ataque cardíaco pelos 10 anos seguintes.

O LDL é uma sigla, em inglês, para “lipoproteínas de baixa densidade”. São maléficas ao ser humano porque transportam o colesterol do fígado até as células de vários outros tecidos. Assim, formam placas de lipídios que são eficientíssimas para entupir artérias, levando a infartos. O chocolate de fato reduz os níveis do colesterol LDL. Na média, ele foi responsável pelo corte de 6 mg/L do colesterol no sangue.

Agora, as ressalvas: em primeiro, isso só faz efeito em pessoas que de fato têm colesterol em excesso e precisam reduzir os níveis, porque o cacau ataca as reservas de gordura do corpo. Assim, o chocolate não fará nenhum efeito no corpo de uma pessoa saudável.

E se você está nos grupos de risco, não precisa afundar a cara no chocolate: basta comer o suficiente para cortar os tais 6 mg/L. Isso equivale a 35g de chocolate, que é uma daquelas barrinhas pequenas que se compram em bancas de revista ou ao lado do caixa do supermercado. E essa é uma notícia ao mesmo tempo boa e ruim: mesmo que você coma mais do que isso, o corte de colesterol não será maior. Por isso, não se sinta culpado ao comer uma barrinha de chocolate por dia, mas segure a onda. [Reuters]

http://hypescience.com/quer-reduzir-colesterol-chocolate-e-uma-boa-mas-va-com-calma/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE