terça-feira, 1 de junho de 2010

Viciados em internet mataram a filha de fome


Um casal de sul-coreanos matou a própria filha de fome porque estava ocupado demais cuidando de um bebê virtual.

O marido, um taxista de 41 anos, e a esposa, de 25, foram condenados a dois anos de prisão (mas a mulher foi liberada por estar grávida – irônico, não?).

O casal passava 10 horas por dia em uma lan house e dava mamadeira para a filha apenas uma vez ao dia. A menina já nasceu prematura, era mal alimentada (muitas vezes o leite dado a ela era podre) e, além de tudo, era espancada quando chorava. Eles a encontraram morta quando voltaram de uma sessão de jogos de 10 horas no ano passado.

O caso chocou toda a nação e levantou a preocupação sobre vício na internet – a população do país tem 45 milhões de pessoas e estima-se que 2 milhões sejam viciados. A Coréia do Sul é o país com mais internautas (proporcionalmente) no mundo. [MSNBC]

http://hypescience.com/viciados-em-internet-mataram-a-filha-de-fome/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE