sexta-feira, 16 de julho de 2010

Genes de bactérias do Ártico são esperança para novas vacinas


Genes emprestados de bactérias do Ártico podem ser o ingrediente principal de vacinas mais seguras contra doenças como a tuberculose.

Os genes capacitam os pesquisadores a criar bactérias sensíveis à temperatura que são reconhecidas pelo sistema imunológico antes de morrer, mas não causam nenhuma doença.

Os pesquisadores substituíram genes nas bactérias Francisella tularensi com outros de diferentes espécies de bactérias encontradas no Ártico. Esses genes evoluíram em baixas temperaturas e pararam de funcionar a temperaturas mais elevadas, por exemplo, no interior de animais.

Ratos foram vacinados com êxito contra doses normalmente fatais de Francisella tularensis. As versões sensíveis à temperatura foram injetadas na cauda dos ratos.

As bactérias conseguiram sobreviver dentro de temperaturas mais baixas da pele, permitindo que o sistema imunológico as reconhecessem, mas não estavam presentes nos órgãos internos, por isso não representavam nenhuma ameaça. [NewScientist]

http://hypescience.com/genes-de-bacterias-do-artico-sao-esperanca-para-novas-vacinas/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE