domingo, 18 de julho de 2010

Mordidas de animais podem deixar cicatrizes emocionais em crianças


Uma pesquisa revelou que algumas crianças, quando atacadas por animais, podem desenvolver transtorno de estresse pós-traumático, ou PTSD.

Algumas pessoas sofrem de PTSD quando passam por uma experiência que coloca a si mesmo ou os outros em perigo, como um acidente de carro ou um assalto. Elas geralmente passam a ter péssimas lembranças e pesadelos sobre o acontecimento, o que pode influenciar no seu cotidiano.

PTSD pode ser especialmente preocupante para crianças, pois pode interferir em seu desenvolvimento normal. Por exemplo, se a criança sofre de um evento traumático na idade em que a maioria das crianças aprende a ler, isso se torna algo mais difícil para ela.

No estudo, 358 crianças de 5 a 17 anos foram acompanhadas quando deram entrada no hospital, todas mordidas por algum animal, em sua maioria cachorros. Desse total, 19 foram diagnosticadas com PTSD. As que levaram mordidas mais sérias eram mais propensas a desenvolver a desordem. Do resto, o transtorno independeu da idade ou sexo da criança.

Mas esse número não reflete necessariamente a realidade; muitas pessoas podem ter problemas em voltar ao normal depois de um evento traumático, mas não o suficiente para serem diagnosticadas com PTSD.

Os cuidados que a criança recebe após se machucar também podem influenciar em como ela vai lidar com isso mais tarde. Os pesquisadores recomendam que médicos e enfermeiras estejam conscientes da importância do impacto psicológico que esses eventos da infância causam nas crianças. [Reuters]

http://hypescience.com/mordidas-de-animais-podem-deixar-cicatrizes-emocionais-em-criancas/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE