quarta-feira, 7 de julho de 2010

Repelente contra insetos é perigoso para humanos?


Os sprays contra insetos os mantêm longe, mas será que, apesar de livrar você de picadas, eles deixam sua saúde intacta?Especialistas ainda estão discutindo se, quando colocamos repelente em nossa pele, não estamos prejudicando a nós mesmos.

Um químico encontrado em muitos repelentes, cuja sigla é DEET, principalmente, causa muitas dúvidas. Ele é usado não apenas em sprays contra insetos, mas em desodorantes, loções, cremes e gel.

Sua habilidade de manter insetos longe por horas o tornou muito popular, mas sua segurança para os usuários ainda é uma questão a ser resolvida.

Alguns se incomodam com o cheiro do produto, outros com a possível irritação da pele e há quem diga que sentiu uma sensação de queimação quando aplicou o produto sobre um corte. Agências de saúde aprovam o uso do DEET, mas em 2009 foi feito um estudo que indicava que ele pode interferir com o funcionamento de enzimas vitais para o funcionamento do sistema nervoso.

Nos insetos, ele paralisa os músculos, impedindo que os nervos transmitam mensagens para o cérebro. Essa última pesquisa sugere que isso pode ocorrer, também, com mamíferos. Os químicos poderiam causar saliva excessiva, olhos secos, espasmos musculares e até mesmo a morte.

No entanto, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos afirma que, se usado da forma correta, como recomendado nas embalagens, nenhum spray pode causar danos a saúde.

Tendo isso em vista algumas pessoas podem interromper o uso dos repelentes, mas os cientistas lembram que eles não devem ser usados com freqüência para afastar insetos, mas só quando há risco de contaminação com doenças transmitidas por eles, como malária e dengue. [Life's little mysteries]

http://hypescience.com/repelente-contra-insetos-e-perigoso-para-humanos/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE